Charmosos e intimistas os “mini weddings” são alternativa criativa para celebrar o amor

O Mini Wedding, bem comum nos Estados Unidos e Europa, chegou ao Brasil e tem feito muito sucesso. Tendência no setor, essa é a forma que muitos noivos encontraram para celebrar o casamento de uma forma intimista – esse tipo de festa comporta no máximo 80 pessoas – criativa – é possível personalizar muitos detalhes de acordo com as características do casal – e acessível, já que por se tratar de uma festa para poucos convidados, os custos acabam sendo bem reduzidos.

Fazer um casamento menor, ao contrário do que muitos pensam, não significa baixar a qualidade dos serviços do “grande dia”, como explica a fotógrafa Pati Martinho, que em sociedade com seu marido, o também fotógrafo Fábio Palombino, mantém o Studio Personal Fotografias. “Ao se optar por um mini wedding o cuidado dos profissionais envolvidos na preparação deve ser redobrado, pois todos os detalhes estarão em mais evidência que em um grande casamento”, explica a profissional.

A fotografia, por exemplo, é algo fundamental para eternizar o momento e exige profissionais que saibam captar a essência dessa cerimônia diferenciada. “Cada minuciosidade do mini casamento deve ser captada nas fotos para refletir a delicadeza e o amor. É preciso ter um olhar apurado para esse tipo de cerimônia. Gostamos muito de registrar esse tipo de casamento”, comenta Fábio.

E por se identificarem com os mini weddings, Pati Martinho e Fábio Palombino estão com uma ação diferenciada para os noivos que subirem ao altar em um mini casamento até março de 2017. Os fotógrafos não irão passar um orçamento fechado para eles. O casal deve entrar em contato com a empresa e informar o quanto podem pagar pelo serviço. Serão selecionados 10 casais para receberem o Studio Personal no casamento, pelo valor que puderem pagar, sem comprometer o orçamento e garantir boas lembranças para a vida toda. “Queremos possibilitar que esses casais tenham os melhores registros das suas festas. É a forma que encontramos de fazer o bem para algumas pessoas, participando dessas celebrações tão íntimas e cheias de romantismo”, diz Pati.

Os casais que participarem da ação vão passar por uma avaliação e se cumprirem os requisitos exigidos, como a festa não acontecer em um sábado, por exemplo, poderão ter o registro pelo valor que couber no orçamento.

unnamed-5

juliana@effe2.com.br

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.