Pintura, escultura e fotografia celebradas em novas exposições no Café Bathé

Artista plástica Janete Mehl e fotógrafo Neni Glock abrem exposições simultâneas no Café Bathé dia 12 de outubro

Duas novas exposições abrem simultaneamente no Café Bathé dia 12 de outubro, a partir das 19h. A artista plástica Janete Mehl apresenta “Principalmente Azul”, coletânea de pinturas e esculturas na qual explora esta cor como elemento fundamental das suas obras. Já o fotógrafo Neni Glock revela a mostra “Curitiba Viva”, que reflete com poesia o cotidiano da região central da cidade. A noite de estreia terá ainda show acústico do músico Marcelo Archetti, que passeia por um repertório que vai do pop rock ao folk, revelando influências britânicas. O evento de vernissage é reservado a convidados. A exposição fica aberta ao público a partir do dia 13 , com entrada franca, até 10 de dezembro.

Janete Mehl mostra “Principalmente Azul”

janete-mehl-perfeitamente-azul-1Como o título já deixa claro, Janete Mehl consagra nesta mostra o azul como elemento fundamental de suas novas criações. A cor entra em cena como inspiração e ponto de partida para pesquisas, resultando em pinturas vibrantes e esculturas definidas por ela como “musicais”. O trabalho reúne 17 obras, 14 pinturas em tela e três esculturas. Estas últimas são realizadas com aço carbono, inox e elementos da natureza, pintados em azul poliéster. Tanto nas telas como nas esculturas, o olhar do público encontrará muito movimento, no qual se revela outra fonte de influências para seus trabalhos, as águas e seus movimentos.

Com 30 anos de carreira, Janete Mehl já realizou 10 exposições individuais, 27 coletivas e 10 participações especiais. Participou de cinco mostras internacionais, na Itália, Portugal, Espanha, França e Inglaterra. Também figurou em diversas publicações nacionais e estaduais que retratam a produção contemporânea brasileira.

A “Curitiba Viva” de Neni Glock

neni-glock-mostra-curitiba-viva-2Um olhar sobre o cotidiano do centro da capital paranaense está em foco em “Curitiba Viva”, exposição fotográfica de Neni Glock. As 25 imagens fazem um recorte do dia-a-dia, procurando cenas, ângulos e perspectivas pouco comuns. “Não busco o cartão postal, mas o cotidiano inserido na cidade”, explica o artista. “Há na cidade uma matéria viscosa, um rio no qual ninguém poderá se banhar duas vezes”. Deste modo, suas lentes procuram novas abordagens para conhecidos marcos urbanos, jogos de luzes, reflexos e os instantâneos que o centro nervoso de uma metrópole oferecem.

Aos 62 anos, o curitibano Neni Glock conta com 30 de fotografia, dedicados ao registro de seu olhar peculiar. Desde Curitiba até Portugal, onde viveu por 22 anos, suas viagens são também pontos de partida de seus trabalhos. Publicou dois livros fotográficos na Europa, “Tejo”, sobre emblemático rio português, e “Os Elétricos de Lisboa”, retratando os antigos bondes da cidade, além de ter participado da produção de programas de TV naquele país.

Exposições no Café Bathé

Data: Abertura no dia 12 de outubro, quarta-feira, 19h – Visitação de 13 de outubro a 10 de dezembro
Horários: visitação durante funcionamento do Café – terça-feira a sábado, das 11h às 21h
Exposição de Neni Glock no Espaço Café, Exposição de Janethe Mel no Espaço Galeria
Endereço: R. Desembargador Costa Carvalho, 89 – Batel
Informações: (41) 3026-7006 e (41) 9132-3010 | facebook.com/cafebathe/?fref=ts

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.