Projeto alia sustentabilidade ao ensino de inglês

Crianças de 7 a 11 anos participam de atividades e aprendem sobre cidadania e meio ambiente

colheita-verduras-cabralPráticas de sustentabilidade ambiental representam uma tendência importante na educação contemporânea. Estudos demonstram que uma escola “verde” tem um impacto positivo na melhoria das condições ambientais, na saúde e no desempenho acadêmico dos alunos. Na Phil Young’s English School, as crianças de 7 a 11 anos participam de atividades e aprendem sobre cidadania e meio ambiente.

O Phil Green foi criado em 2008 com o objetivo de conscientizar os alunos da necessidade de práticas ambientais sustentáveis e ensinar inglês por meio de atividades que simulem o cotidiano. Dentre as ações, destacam-se o sistema de separação e reciclagem de lixo em todas as escolas e a horta comunitária, na qual as crianças vivenciam a experiência do plantio e cuidado de legumes e verduras orgânicas. No final do ciclo, os alunos comemoram o aprendizado com a Festa da Salada, exaltando também, a importância de uma alimentação saudável. Nesta e na próxima semana, está acontecendo a colheita dos vegetais nas unidades do Cabral, Ecoville, Batel e Champagnat. Já os alunos da unidade Sion, neste ano, desenvolveram um projeto piloto diferente, plantando e cultivando flores com o objetivo de integrar beleza à sustentabilidade ambiental.

 

colheita-flores-sion-2

“Os alunos aprendem sobre como plantar e cuidar da horta e, além disso, desenvolvem respeito pela natureza, entendem a importância do trabalho na terra e o processo de desenvolvimento das plantas. Os valores envolvidos nessa prática são muito importantes para toda a vida dessas crianças, como responsabilidade, aprendizado do trabalho em equipe, respeito aos colegas e às plantas. Tudo isso aliado à prática da língua inglesa”, explica Phil Young, diretor da Phil Young’s English School.

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.