Vai aplicar Botox? Procure seu médico oftalmologista

O uso de (Botox ®), um dos nomes comerciais da toxina botulínica tipo A, para atenuar rugas de expressão é amplamente conhecido pelo público. Mas os efeitos dessa neurotoxina, que é derivada da bactéria Clostridium botulinum, vão bem além da questão estética. Apesar de ser um procedimento realizado por profissionais de outras áreas da medicina, o oftalmologista ainda é considerado o médico mais indicado para aplica-lo.

No final dos anos 70, o oftalmologista Alan B. Scott, começou seus estudos em estrabismo e publicou resultados excelentes. Naquela oportunidade, Scott percebeu que a substância causava uma paralisia ou enfraquecimento muscular transitório na área tratada. A partir da comprovação da eficácia e da segurança da toxina botulínica, só vêm aumentando as possíveis situações clínicas em que o Botox pode ser empregado, além é claro, do lado estético.

Uma das áreas de maior aplicação da toxina botulínica é o terço superior da face, que inclui a região periocular. Essa é uma área em que o médico oftalmologista detém grande conhecimento e familiarização, razão pela qual é o profissional mais indicado para realizar esse procedimento.

Outras indicações da toxina botulínica
Por conta de sua ação paralisante, o Botox ® pode ser utilizado para o tratamento de distúrbios como: Blefaroespasmo; Estrabismo; Distonia Cervical; Enxaqueca; Hiperidrose (suor excessivo); Disfunção temporo-mandibular; Disfunção das cordas vocais e inúmeras alterações que envolve músculos e esfíncteres.

A toxina botulínica atua na placa das terminações nervosas dos músculos, paralisando-as. As toxinas têm diferentes sítios de ação no receptor, que impedem que seja liberada a acetilcolina. Após um período de 3 a 4 meses de paralização, ocorre nova reação de parte das terminações nervosas, que voltam a funcionar novamente.

Aplicação estética da toxina botulínica
As rugas são resultado da movimentação contínua e repetida da musculatura, causando uma ondulação na pele, levando a vincos e rugas finas. A toxina age causando uma paralisia nas placas musculares dos músculos faciais, levando ao desaparecimento das linhas superficiais e atenuação das rugas mais profundas. O importante é ressaltar que o efeito é transitório, durando de 3 a 6 meses, e variando de intensidade conforme a resposta em cada paciente.

Segundo a médica oftalmologista Leticia Trevisan Tecchio é importante frisar que algumas pessoas podem ser alérgicas à toxina e outras não têm resposta à aplicação. "No geral os efeitos colaterais são pouco frequentes e reversíveis, como pequenas assimetrias e hematomas nas áreas de aplicação", diz a especialista. O resultado adequado depende, sobretudo, da aplicação correta do Botox ® "e principalmente do conhecimento total da anatomia a ser tratada, razão pela qual o oftalmologista é apontado como o médico melhor capacitado para realizar a aplicação", finaliza.

Dra Leticia Trevisan Tecchio, da Clínica Schaefer (Bebel Ritzmann)
Dra Leticia Trevisan Tecchio, da Clínica Schaefer (Bebel Ritzmann)

Serviço
Leticia Trevisan Tecchio (CRM 25.540)
Site: http://www.schaefer.com.br
Clínica Schaefer Oftalmologia e Neurologia
Endereço: Avenida Getulio Vargas, 2932, Água Verde, Curitiba/PR
Fone: (41) 3027-3807

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Talvez você se interesse por estes artigos

Estilista paranaense apresentou sua delicada coleção em evento no espaço de moda Stela Knabben & Pavimento 02 O trabalho encantador do designer cheio de conceito...
Fechar Menu