Últimas

Região oeste tem 12 finalistas ao Prêmio Educação Empreendedora do Sebrae/PR

Iniciativas vencedoras serão conhecidas nesta quinta-feira (17) em Curitiba; melhores práticas concorrem em categorias distintas

Professores e gestores municipais de 14 cidades devem representar a região oeste na final do Prêmio Educação Empreendedora, do Sebrae/PR. Desde 2014, o Programa Educação Empreendedora contribui para que educadores, desde o ensino fundamental até a graduação, promovam o protagonismo e a cultura do empreendedorismo aos estudantes. Neste ano, como um reconhecimento às boas práticas aplicadas, instituições de ensino e professores inscreveram suas iniciativas de sucesso no Prêmio, que divulga os vencedores nesta quinta-feira (17), em Curitiba.

Segundo a consultora do Sebrae/PR, Elisangela Rosa, o oeste do Paraná tem 12 iniciativas que concorrem nas categorias: Ensino Fundamental I, Ensino Fundamental II, Ensino Médio e Instituição de Ensino Superior (IES). “As 48 ações inscritas participaram de uma seletiva regional e as práticas que receberam melhor pontuação representarão a região na final estadual em Curitiba. Além dessas categorias, também serão reconhecidas as cidades que implantaram o Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEEP) em todas as escolas do Fundamental I”, explica.

Os municípios do oeste que receberam esse reconhecimento foram Quatro Pontes, Nova Santa Rosa, Tupãssi, Céu Azul, Nova Laranjeiras, Foz do Jordão, Santa Helena e Virmond, enumera Elisangela. “Nessas cidades, as crianças (até o 5ª ano) receberam a formação do JEEP. O Educação Empreendedora, em geral, incentiva que crianças e jovens tornem-se protagonistas de seus futuros, não apenas usando o empreendedorismo para se ter uma empresa, mas, sobretudo, para que sejam profissionais e cidadãos empreendedores”, aponta.

O JEEP, aplicado aos alunos até 9º ano; assim como o “Despertar”, aos estudantes do Ensino Médio, integram o Programa Educação Empreendedora com atividades que ensinam, de forma lúdica, que empreender é algo natural desde o início da vida escolar. “É nesta fase que os estudantes aprendem a valorizar as boas ideias, a trabalhar em equipe, ter atitudes empreendedoras e tomar decisões que façam a diferença em suas vidas. Um dos resultados práticos é a organização de uma feirinha no final do ano, na qual são protagonistas desde a produção do que será vendido até o convite do evento aos pais e comunidade”, exemplifica Elisangela.

Finalistas

Na final, em Curitiba, representarão o oeste do Paraná nas melhores práticas aplicadas ao Ensino Fundamental I as professoras Ivana Pagnoncelli Molon, da Escola Municipal Independência, de Quedas do Iguaçu; Genori Feder Klen, da Escola Municipal Cândida Oliveira Luz, de Porto Barreiro; e Sandra Maria Siqueira, da Escola Municipal Carlos Drummond de Andrade, de Tupãssi.

No Ensino Fundamental II, participam da final do Prêmio Educação Empreendedora ao professores Sueli Gedoz, do Colégio Estadual Monteiro Lobato, de Céu Azul; Nilton José Farias, do Colégio Estadual Professor Flávio Warken, de Foz do Iguaçu; e Maria Helena Barbosa, do Colégio Estadual Presidente Roosevelt, de Guaíra.

Elisangela Rosa reforça que, a partir das ações praticadas no programa, os estudantes passaram a se arriscar mais, ter maior autoconfiança e orgulho de suas ações. “As práticas do empreendedorismo em sala de aula mostraram às crianças que podem alcançar seus sonhos e as professoras foram entusiastas e facilitadoras do processo”, destaca a consultora.

Os professores que representarão o oeste do Paraná na final do Prêmio Educação Empreendedora na categoria do Ensino Médio são: Claudinéia de Oliveira Basseto, do Colégio Estadual Humberto de Alencar Castelo Branco, de Jesuítas; Stefan Hoppe, do Colégio Estadual Almiro Sartori, de Foz do Iguaçu; e Maricler de Souza Garcia, do Colégio Estadual Presidente Roosevelt, de Guaíra.

Ainda concorrem, na etapa estadual, as iniciativas da região no Ensino Superior: União Dinâmica de Faculdades Cataratas (UDC), campus Foz do Iguaçu; Universidade Paranaense (Unipar), campus Toledo; e Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), campus Toledo.

Premiação

Também é em Curitiba que será conhecida a melhor iniciativa regional dentre as categorias. “Até agora, temos os três primeiros classificados nas categorias Ensino Superior e professores do Fundamental e Médio de cada regional do Sebrae/PR. Somente dia 17 será revelado o primeiro colocado de cada regional. Para eles, assim como para os municípios, a premiação inclui troféu e certificado”, complementa Elisangela Rosa, do Sebrae/PR.

Na etapa estadual, os primeiros colocados nas categorias IES e professores do Ensino Fundamental e Médio receberão troféus, certificados, e um pacote de viagens completo para participar de uma missão técnica em Minas Gerais, de 12 a 14 de dezembro, para conhecer experiências de sucesso em educação empreendedora na Escola Sebrae de Formação Gerencial, no centro de referência de empreendedorismo do Sebrae em Minas Gerais; e no Instituto Inhotim, um dos mais relevantes acervos de arte contemporânea do mundo.

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*


Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com