Câncer de Pênis – Além de ser um tabu, doença ainda é desconhecida por alguns homens

Cuidar da saúde é coisa de homem. Isso mesmo! E para incentivá-los nessa tarefa foi criada a Campanha Novembro Azul.  Mas não é só o câncer de próstata que merece atenção da população masculina. Outra neoplasia que atinge este público é o câncer de pênis.

É uma doença considerada rara (2% de todos os tipos de câncer que atingem o homem). Porém, isso não reduz seu grau de perigo para a saúde masculina. Com maior incidência entre os 40 e os 50 anos, o câncer de pênis está relacionado, principalmente, à falta de higiene íntima e atinge mais aqueles que se submeteram à cirurgia de fimose (remoção do prepúcio, pele que reveste a glande – a “cabeça” do pênis). Alguns estudos também indicam que esteja relacionado à infecção pelo vírus HPV.

De acordo com Dr. Amândio Soares, oncologista da Oncomed-BH, o sintomas incluem mudança de cor ou espessura em uma determinada área da pele do pênis; surgimento de nódulo; ferida ou úlcera persistente, que sangra; protuberâncias avermelhadas e aveludadas; pequenos edemas sólidos; lesões de cor marrom-azulada e secreção persistente, muitas vezes com mau cheiro. “Vários desses sintomas podem ser causados por outras condições clínicas. Isso pode retardar o diagnóstico e agravar a condição do paciente. Por isso, é preciso ficar sempre atento e consultar o médico periodicamente”, alerta.

Cirurgia, radioterapia ou quimioterapia são algumas das opções para o tratamento da doença. Porém, a prevenção ainda é a melhor solução e não é difícil de ser realizada, afirma o oncologista. É importante fazer a higiene íntima com água e sabão, especialmente após a masturbação e as relações sexuais. A cirurgia de fimose, quando indicada, também auxilia na prevenção. O uso de preservativos é fundamental e diminui a chance de contágio de doenças sexualmente transmissíveis, como o vírus HPV, por exemplo.

Autoexame:

Os homens devem estar atentos aos seguintes sinais ao fazer o Autoexame.

perda de pigmentação ou manchas esbranquiçadas;

feridas e caroços no pênis que não desapareceram após tratamento médico e que apresentem  secreções e mau cheiro;

 tumoração no pênis e/ou na virilha (íngua);

inflamações de longo período com vermelhidão e coceira, principalmente nos portadores de fimose.

 Sobre a Oncomed

A Oncomed-BH, clínica especializada na prevenção e no tratamento das doenças neoplásicas, foi fundada em 1994, em Belo Horizonte. Desde então, realiza um trabalho que envolve cuidados diferenciados e tratamento humanizado a todos os pacientes. São especialistas em oncologia, hematologia, nutrição, clínica da dor, psicologia e cardiologia, além de uma equipe de suporte que realiza um acompanhamento efetivo na prevenção, diagnóstico e tratamento das doenças. (melina.capila@linkcomunicacao.com.br)

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.