“Felicidade se conquista através da educação de si mesmo”, destaca palestrante

A pedagogia da felicidade e os caminhos para conquistá-la foram temas da palestra do empresário Heitor Côrtes Netto realizada quinta-feira (24)

Acompanhando as redes sociais e aquilo que a maioria das pessoas publica em seus perfis, temos até a impressão que todos têm uma vida perfeita, com ótimas festas, os melhores amigos e familiares, relações perfeitas e o emprego dos sonhos. Mas na vida cotidiana, longe dos holofotes virtuais, percebemos pessoas cada vez menos conectadas com a real felicidade, ansiosas, deprimidas e infelizes. Durante a palestra realizada quinta-feira (dia 24), com o tema “Construindo sua felicidade pessoal”, o empresário Heitor Côrtes Netto comentou como tem faltado coerência entre o discurso e a realidade.

“Se queremos ser realmente felizes, é preciso viver aquilo que falamos, viver aquilo que pregamos. É preciso ser coerente, estamos carentes disso”, reforçou o palestrante lembrando do caso da estudante que pagou para fraudar o Enen e que, meses antes, protestou contra a corrupção no Brasil. O empresário, que é sócio proprietário da Saint Germain Padaria e Confeitaria, destacou em sua fala a importância do autoconhecimento e propôs aos presentes uma mudança de comportamento para alcançar a almejada felicidade.

“Primeiramente é importante saber quem somos e o que a vida espera de nós, para nos conectarmos com nossa missão de vida. A resposta para a felicidade está dentro de nós, não podemos depositar a expectativa de que o outro, seja o filho ou o marido, garanta a nossa felicidade. Ser você mesmo, sem a máscara da arrogância, e sem se colocar como incapaz é importante passo para sermos felizes. Também é essencial nos esforçarmos em sermos amáveis para com os outros, um indicativo importante de espiritualidade”, afirmou o palestrante.

Segundo Heitor Côrtes Netto, dentre os caminhos da “pedagogia da felicidade” é preciso buscar autoconhecimento, inclusive com ajuda profissional em alguns casos. Compreender e superar nossa tendência a sentimentos de culpa e autopunição, aprendendo a se perdoar e procurando evoluir sempre. Desenvolver técnicas de sensibilidade e afeto, seja através de um elogio, um sorriso ou pela empatia com o outro. Realizar trabalhos voluntários ou praticar a caridade, além de adotar hábitos saudáveis como prática de meditação e atividade física também pode ajudar. “São caminhos para quem deseja ser plenamente feliz. A felicidade é uma conquista que se faz através da educação de si mesmo. E ela jamais será encontrada fora”, afirmou Heitor Côrtes Netto.

Foto Bebel Ritzmann
Foto Bebel Ritzmann

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.