Saulo Soul lança novas composições no Teatro Paiol, no dia 7/12

O cantor e compositor paranaense Saulo Soul lança seu novo repertório musical no próximo dia 7 de dezembro, às 20h, no Teatro Paiol, em Curitiba. O trabalho, no qual o artista se apresenta com voz, violão, guitarra e viola caipira, é inspirado em seus 33 anos de idade. “Batizei o show de Trinta e Três, porque acredito que este momento é um marco importante, tanto na minha carreira quanto na minha vida”, afirma.

Além das novas composições, como Malva Rosa, Seu Deléga e Ampulheta (a capella), o artista apresentará os sucessos Voei Pra Dentro de MimRosas Cor de CháVocê Precisa de MimEu Sei Foi BomBrasileiraO Que Me ImportaEscancarouA Estrada e outros lançados em 2015, com o show Jangada Eletrônica. Parte desse repertório já pode ser conferido no canal do cantor no Youtube.

O show Trinta e Três conta com a participação de mais dois músicos: Marcio Rosa, na bateria e percussão, e Gustavo Arthury, com violão, guitarra, viola caipira, baixo, vocais, produção musical e arranjos. A ficha técnica do espetáculo traz ainda o Studio de Dança Juliana Ribeiro (preparação corporal), Otavio Linhares (direção-geral), Henrique Linhares (desenho de luz), Rodrigo Fonseca (fotografia), Paola Pagnosi (coach vocal), Junior Lencim (coach de carreira), Vinicius Ortiz (GGV Consultoria Empresarial), Rodrigo Hermes (apoio), Jéssica Sartori (designer), Imagine Impresso (impressões dos materiais) e Bianca Smolarek (consultoria de comunicação).

Os ingressos podem ser comprados desde já, pelo link do Sympla, e a partir do dia 21 de novembro na bilheteria do Teatro Paiol (na Praça Guido Viaro) e no Studio de Dança Juliana Ribeiro (Rua Chile, 1877). Os valores são R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia). Também serão vendidos ingressos na hora, na bilheteria do teatro. O pagamento pode ser feito em dinheiro ou cartão de débito.

 

Serviço:

Show Trinta e Três – Saulo Soul

Data: 7 de dezembro de 2016

Hora: 20h

Local: Teatro Paiol

Endereço: Praça Guido Viaro, s/nº – Prado Velho

Preço: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia)

Ingressos online: www.sympla.com.br

Outros pontos de venda de ingressos: A partir de 21/11, na bilheteria do teatro e no Studio de Dança Juliana Ribeiro (Rua Chile, 1877). Na hora, na bilheteria do teatro.

Forma de pagamento nesses locais: Dinheiro ou cartão de débito.

Classificação do show: Livre.

Facebook: www.facebook.com/saulosouloficial

Instagram: www.instagram.com/soulsaulo

Youtube: www.youtube.com/user/saulosouloficial

 

Mais sobre Saulo Soul

Nascido em Paranavaí (PR), desde menino Saulo conviveu intensamente com a música. Ouvia discos de samba, samba enredo, forró e rock brasileiro, além de frequentar rodas de samba com o pai. Iniciou o estudo musical aos nove anos de idade, com violão. Aos 13 anos, começou a aprender bateria sozinho, utilizando dois lápis, sacola plástica e seu violão como bumbo. Desse experimento percussivo, montou uma banda de paródias com amigos. Aos 15, formou uma banda de rock e, com ela, se apresentou em shows no Sesc, em festivais e em casas do circuito underground.

Influenciado pelo irmão (estudante de violão clássico), nunca deixou seu primeiro instrumento de lado. Também passou a compor e a explorar outro talento: a voz. Foi aí que vieram as primeiras músicas autorais de seu repertório. Em seguida, participou de um trio de MPB, com o qual ganhou experiência de palco e lapidou sua personalidade musical, marcada pelos ritmos da música popular brasileira e pop contemporâneo.

Aos 21 anos, começou um projeto solo de voz e violão, que levou suas músicas para plateias cada vez maiores. Nessa etapa, se apresentou para mais de 600 pessoas, no Tuca (Teatro da PUCPR). E as composições só aumentavam, influenciadas por artistas como Lenine, Paulinho Moska, Zeca Baleiro, Chico César, Almir Sater, Conde Baltazar, Djavan, Mariana Aydar, Céu, Maria Gadú, Dani Black, Simone Sou, Vitor Ramil e Dave Grohl.

Em 2010, Saulo participou de cursos para o aperfeiçoamento de sua técnica vocal e violão, além de ingressar no teatro, onde também começou a se apresentar como músico, compositor e ator. Em 2015, montou seu primeiro show com composições autorais, chamado Jangada Eletrônica. À apresentação musical, ele uniu ferramentas do teatro, como desenho cênico e transições. A concepção desse espetáculo foi assinada por Juliana Ribeiro, com direção geral de Otávio Linhares. No total, foram quatro apresentações, entre agosto de 2015 e abril de 2016.

Em 2016 surge a oportunidade de atuar no cinema, como músico, em um longa-metragem com atores de renome, previsto para ser lançado no segundo semestre de 2017. Ainda este ano, realizou a direção musical, com canções próprias, do espetáculo Agreste, da Companhia Pé no Palco, no qual também atuou como ator. Encerrada a temporada da peça, Saulo se prepara para lançar seu novo show, Trinta e Três.

srgea srgsa unnamed

bismolarek@gmail.com

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.