Erva-mate de São Mateus do Sul recebe o primeiro selo de Indicação Geográfica deste produto

Você, que aprecia um bom chimarrão, já provou a erva-mate de São Mateus do Sul? Pois deveria! A erva-mate são-mateuense possui sabor e aroma característicos que foram reconhecidos por meio do selo de Indicação Geográfica (IG) – o primeiro para a Ilex paraguarienses, nome científico da planta tão apreciada na região. A Indicação de Procedência abrange ainda os municípios de Antônio Olinto, Rio Azul, Mallet, Rebouças e São João do Triunfo.

Solo, clima e modos de cultivo conferem características únicas à erva-mate desta região. (Foto: Estúdio Borbulhe)

Além do reconhecimento da riqueza natural da região, o IG demonstra a valorização da cultura regional. Produzir, cultivar e saborear a erva-mate são atividades que marcam a história de São Mateus do Sul e das cidades do entorno. São hábitos que reúnem famílias e contribuem para a permanência no campo e preservação da mata nativa.

Na localidade de Porto Ribeiro, a cerca de 20km do centro de São Mateus do Sul, encontra-se o erval certificado pelo selo IG-Mathe da Ervateira Baronesa. A beleza que enche os olhos demonstra que o produto dali extraído é de fato especial.

Selo de indicação geográfica marca um novo período para a produção ervateira da região. (Foto: Estúdio Borbulhe)

Assim como em tantas outras propriedades, o trabalho, que é predominantemente manual, reúne diversas famílias, geração após geração.  Para a certificação, a empresa teve adequação às Boas Práticas Agrícolas para a erva-mate, o que garante ainda maior qualidade no produto final.

De acordo com a proprietária da ervateira, Marcia da Silveira, a indicação foi um importante reconhecimento para a atividade. “Esta é uma nova era para a Ervateira Baronesa e para a nossa região, pois demonstra a riqueza deste produto tão importante para a nossa economia e para os nossos costumes”, destaca.

A erva-mate de procedência de São Mateus do Sul pode ser encontrada em diversos pontos de revenda em Curitiba e região. A embalagem a vácuo da erva-mate Baronesa permite ainda a melhor conservação do sabor e do aroma que são característicos da região.   Você pode conhecer os produtos da marca no facebook.com/ervateirabaronesa

Erva-mate Baronesa, proveniente do erval com Indicação Geográfica. (Foto: Estúdio Borbulhe)

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.