Mitos e verdades do verão na saúde oftalmológica

Dra. Ana Paula Canto desmistifica questões sobre os cuidados com os olhos no verão

Com o verão chegando, quem não quer ficar próximo do mar, do rio e da piscina? Mas, de acordo com a oftalmologista da Clínica Canto, Dra. Ana Paula Canto, é preciso tomar cuidado com possíveis contaminações. “Ter contato com água contaminada por sujidades no mar ou rio podem trazer alergias e infecções. O excesso de cloro nas piscinas também é um problema. Assim como aplicar filtro solar muito próximo aos olhos”, afirma.

Outras dúvidas, como conjuntivites e o uso de lentes de contato em piscinas, também surgem nesta época do ano. A especialista esclarece o que é mito e o que é verdade.

A conjuntivite pode ser propagada com a chegada do calor.
Dra. Ana Paula Canto: Verdade! No verão ocorrem surtos de conjuntivite viral pela aglomeração de pessoas. Já as conjuntivites alérgicas também podem ocorrer devido ao mar e a piscina, sensibilidade ao cloro e ao mofo nas casas de veraneio fechadas por muito tempo.

A água do mar pode ser um problema para os olhos.
Dra. Ana Paula Canto: Verdade. A água do mar pode irritar os olhos e causar alergias oculares e infecções devido a contaminação. Evite mergulhar com os olhos abertos, principalmente se você é usuário de lentes de contato.

O protetor solar pode causar alergia aos olhos.
Dra. Ana Paula Canto: Verdade. Algumas pessoas são mais sensíveis ao protetor solar usado no rosto e podem ter irritação ou alergia. A dica é não passar ao redor dos olhos e usar o óculos de sol. Caso tenha alergia ou irritação faça compressas geladas e procure um oftalmologista.

Uso maquiagem no verão pode causar alergia aos olhos.
Dra. Ana Paula Canto: Verdade. Maquiagens podem escorrer no verão e cair nos olhos, causando irritação. Quem for utilizar, é recomendado que opte pelas maquiagens à prova d’água.

Óculos escuros: adquirir óculos de um camelô faz bem para o bolso e a visão.
Dra. Ana Paula Canto: Falso! É preciso ter cuidado redobrado na compra, pois óculos que não têm procedência de origem não costumam ter proteção contra os raios ultravioletas (UV-A e UV-B). Se forem apenas escuros e não tiverem a proteção contra os raios ultravioletas serão mais maléficos ainda, pois no escuro a pupila dilata e mais raios solares nocivos entram nos olhos. Usar um óculos escuro de boa qualidade e com todas as proteções é imprescindível, pois há uma maior incidência dos raios ultravioletas emitidos pelo sol, que são responsáveis pelo aparecimento de problemas sérios da visão, como catarata precoce, pterígio e degeneração macular da retina.

Quem tem olhos claros precisa tomar mais cuidado com o sol.
Dra. Ana Paula Canto: Em termos. Pessoas com olhos mais claros podem ter mais sensibilidade à luz, mas os cuidados valem tanto para quem tem olhos claros quanto escuros: utilizar sempre óculos de sol com proteção ultravioleta (UV). Não adianta ter apenas óculos escuros sem a proteção UV, pois o que ocorre nesse caso é que a pupila dilata no escuro e mais raios UV entram nos olhos causando prejuízos.  

No verão é melhor usar lentes de contato do que óculos de grau.
Dra. Ana Paula Canto: Falso. Tanto óculos de grau escuros ou grau incolor, como as lentes de contato são opções para o verão. Para os pacientes que usam lentes de contato é importante lembrar que o ideal é não mergulhar com elas, mas, se ocorrer, lembrar-se de não abrir os olhos debaixo da água e, ao chegar em casa, retirar as lentes de contato e deixá-las de molho no produto específico de higiene da lente. Existem também as lentes de contato de descarte diário, que são as mais recomendadas para essas atividades de lazer como mar, rio e piscina.

 

Sobre a Clínica Canto
Com mais de 30 anos, a Clínica Canto, de Curitiba, oferece serviços de oftalmologia com médicos especializados, priorizando a qualidade diagnóstica e terapêutica para seus pacientes. Com duas unidades em Curitiba, no Centro e no Seminário, oferece moderna e completa infraestrutura para exames simples ou de alta complexidade e cirurgias oftalmológicas. Mais informações no site www.clinicacanto.com.br.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.