Ativas se posiciona entre as maiores empresas de Data Center do Brasil após aquisição pela Sonda

Companhia irá ampliar seu portfólio de serviços e expandir a sua atuação

A Ativas, uma das mais importantes empresas do setor de infraestrutura e serviços de gestão de Tecnologia da Informação, irá ampliar o seu portfólio de serviços e expandir a sua atuação para outros mercados com a recente aquisição pela Sonda, maior companhia latino-americana de soluções de TI, que detém mais de 20 mil colaboradores na América Latina, sendo 14 mil no Brasil. Além do aporte de R$ 114 milhões, que representa 60% de participação na companhia que pertencia a Cemig e a Asamar, a Sonda vai agregar o seu conhecimento homologando o modelo de serviço já aplicado hoje na sua rede de Data Centers na América Latina.

“Os nossos clientes continuarão contando com a proximidade de um parceiro mineiro, porém terão acesso a uma ampla e renovada oferta de serviços somada à experiência e melhores práticas desenvolvidas pela Sonda há mais de 40 anos. Assim, terão um parceiro estratégico e integral para todas as demandas tecnológicas para suportar seu negócio”, explica Gutembergue Rodrigues, Presidente da Ativas. Segundo o executivo, com a entrada da Sonda na sociedade e na gestão, os planos são de expandir tanto a oferta quanto o mercado de atuação, acelerando seu crescimento, com foco na entrega de serviços de maior valor agregado, o que resultará em mais conhecimento tecnológico e consistência no modelo de serviço gerenciado.

A aquisição também contribui fortemente para o desenvolvimento de Minas Gerais como polo de desenvolvimento tecnológico no País. “Essa operação confirma o interesse de investidores em consolidar negócios na região, além de fortalecer ainda mais o mercado mineiro”, afirma o Presidente.

A infraestrutura da Ativas associada a esse novo investimento também permitirá à Sonda fortalecer sua estratégia de negócios em grandes projetos de integração e terceirização, complementando sua atual oferta de Data Center a partir de suas instalações em São Paulo e na América Latina. “Esse processo será responsável pela expansão da Sonda no Brasil e fortalecerá nossos serviços de Cloud Computing e missão crítica”, completa Mario Pavón, Presidente da Sonda.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.