Cuidados ao medir a pressão arterial em casa

A hipertensão arterial é uma doença crônica causada pela elevação dos níveis da pressão sanguínea, sendo um dos principais fatores de risco para o desenvolvimento de patologias cardiovasculares. A hipertensão só é diagnosticada após ficar comprovado que o paciente apresenta pressão elevada com frequência, por isso, a diretora médica do Laboratório Frischmann Aisengart, Myrna Campagnoli, explica sobre os principais cuidados que o paciente deve ter ao medir a pressão arterial em casa, para evitar preocupações desnecessárias.

Segundo ela, a aferição da pressão sanguínea envolve duas medidas: a sistólica e a diastólica. A sistólica, referente ao período em que o músculo cardíaco está contraído, representa a pressão arterial máxima, que deve variar, em adultos, entre 100 e 140 mmHg (milímetro por mercúrio – unidade de medida de pressão). Já a diastólica, referente ao período em que o músculo cardíaco está relaxado, revela a pressão arterial mínima, que deve estar entre 60 e 90 mmHg.

“A pressão arterial é considerada alta para a maioria dos adultos quando superior a 140 por 90 mmHg. Para que os valores sejam confiáveis a medida deve ser realizada após um período de repouso de cinco a 10 minutos, em um ambiente calmo, com o paciente sentado. Não é recomendada a aferição da pressão após exercícios físicos, dietas ricas em sal, ingestão de bebidas alcoólicas ou estresse psicológico, pois estes fatores podem alterá-la”, comenta a médica.

Tomar essas precauções é muito importante, pois o tratamento do hipertenso é para toda a vida e o diagnóstico só é possível após a avaliação médica. “Uma vez identificada a doença o paciente deve se consultar regularmente com seu médico até atingir o controle da pressão arterial. Mesmo após a contensão da pressão, a pessoa deve continuar a ir ao especialista, além de realizar exames complementares periódicas, tais como o exame de sangue e exames do coração.

Para ajudar no tratamento da hipertensão é importante mudar os hábitos, buscando uma alimentação saudável, com mais frutas, verduras e legumes, com pouco sal e sem frituras. Também se recomenda o abandono do tabagismo e do consumo de álcool, além da prática de atividades físicas, principalmente, as aeróbicas, que são essenciais para o bom funcionamento do corpo.

Sobre o Laboratório Frischmann Aisengart:

O Laboratório Frischmann Aisengart tem uma história de mais de 70 anos como referência na medicina diagnóstica, contando com mais de 600 colaboradores, 35 unidades de atendimento no estado, realizando em torno de três mil tipos de exames de análises clínicas. Além disso, oferece soluções diferenciadas e alto padrão de atendimento, contando também com o serviço de vacinas. Confira mais informações sobre a empresa no site www.labfa.com.br

Paula Batista

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.