Guernica estreia em Curitiba e reafirma a contemporaneidade da tela de Picasso através da dança

O espetáculo faz temporada de 3 de fevereiro a 5 de março na Capela Santa Maria

 

Foto Marcelo Almeida

No ano em que a tela Guernica, uma das mais famosas do pintor cubista espanhol Pablo Picasso, completa seu octogésimo aniversário, o público é novamente provocado à reflexão pela arte no espetáculo de dança também intitulado Guernica. O projeto, primeiro do gênero a ser realizado no pátio externo da Capela Santa Maria, tem como identidade uma verdadeira profusão criativa. Atravessa o universo multiartes, partindo das artes visuais e chega à dança contemporânea, com trilha em parte composta especialmente para o espetáculo e também com músicas bascas, além de projeções video mapping. A temporada é de 3 de fevereiro a 5 de março de 2017 e tem ingressos populares.

As referências da tela de Picasso foram a base para a criação artística do espetáculo, uma obra contemporânea com temática desconcertante, abordando o bombardeio na cidade de Guernica y Luno, os horrores vividos na Espanha durante a ditadura de Franco e os dramas humanos do nosso tempo, ainda resultantes de guerras e destruições irracionais.

A direção do espetáculo é de Laura Haddad, que concebeu Guernica juntamente com sua sócia na Duplo Produções, a também produtora Juliana Pedrozo. O projeto dá continuidade ao trabalho de pesquisa desenvolvido por Haddad em Arte, Dramaturgia e Cultura Espanhola, na Universidade de Salamanca na Espanha, iniciado em 2013. A ideia foi retomada logo após a temporada de retorno do Teatro de Comédia do Paraná – TCP, no qual ela assumiu a assistência de direção do paulista Alexandre Reinecke na comédia O Homem Desconfortável. Em paralelo à produção do espetáculo, Laura Haddad mantém uma intensa carreira de atriz e produtora cultural em Curitiba e em São Paulo, onde também é mestranda em Artes Cênicas pela USP.

As coreografias do espetáculo, estão a cargo de Carmen Jorge. A profissional é uma das mais atuantes do segmento no Brasil e traz no currículo trabalhos apresentados na Itália e em Nova Iorque, além de assinar a preparação corporal e coreografias do musical O Grande Sucesso, com o ator e músico Alexandre Nero.
“Ao reunir bailarinos com diferentes trajetórias, alguns vindos da escola mais tradicional do Paraná — o Balé Guaíra — e outros até da dança de rua, ampliamos as possibilidades da criação artística coletiva que resultou em Guernica. Parte dos bailarinos foram selecionados através de uma oficina aberta. E o processo revelou tamanho potencial que já pensamos em ampliar a pesquisa e transformar essa equipe em uma companhia, para oxigenar a cena da dança contemporânea em Curitiba”, comenta a diretora.

Guernica é uma realização da Duplo Produções com produção da Formiga Produtora, incentivo da Celepar e apoio do Bistrô Passeio, Capela Santa Maria, Central de Produção, Elemidia, Lavanderia Batel, Lumen Audiovisual, Teatro Guaíra, e do Programa de Apoio e Incentivo à Cultura – Fundação Cultural de Curitiba e Prefeitura Municipal de Curitiba.

 A Duplo surgiu em 2010 e vem se consolidando como uma produtora cultural interessada em atuar com diversas linguagens, parceiros importantes e propostas cênicas contemporâneas. Desenvolve e executa projetos nas áreas de teatro, dança, música, cinema e produção literária. Neste ano, além de manter a intensa atuação de sua matriz, em Curitiba-PR, inicia as atividades em uma nova sede em São Paulo-SP, no bairro Pinheiros.
Entre seus trabalhos destacam-se “Rosa em Preto e Branco – O Espelho de Tennessee”, espetáculo com direção de Maurício Vogue, “Chucrute e Abacaxi com Vinavuste”, com direção de Preto Galiotto e “Murro em Ponta de Faca”, com direção de Paulo José, contemplado pelo Prêmio Funarte de Teatro Myriam Muniz, com temporada em diversas cidades brasileiras. Em 2014, produziu “Uma História de Pouco Amor”, com texto de Edson Bueno e direção de Moacir Chaves, no Edital de Ocupação Teatro Glauce Rocha, Rio de Janeiro. Em 2016, produziu “Inverno”, espetáculo teatral do Núcleo de Dramaturgia do Sesi/PR. Para 2017, além de “Guernica”, prepara os espetáculos “Contos de Nanook”, com direção de Eduardo Ramos, “O Tempo e o Lugar”, com direção de Leandro Daniel, “O Autor” e “Duas Doses de Nelson”, com direção de Alexandre Reinecke. Para mais informações, acesse www.duploproducoes.com.br.

Foto Marcelo Almeida

Ficha Técnica:
Direção: Laura Haddad
Coreografias: Carmen Jorge
Bailarinos: Airton Rodrigues, Ane Adade, Malki Pinsag, Mariê Mazer, Raphael Fernandes, Renato Sbardelotto, Victor Streit
Bailaores: Flávia Ribeiro e Franklin Albuquerque
Iluminação: Beto Bruel
Cenário: Daniel Marques
Figurino: Eduardo Giacomini
Sonoplastia: Gilson Fukushima
Direção de Produção: Juliana Pedrozo
Produção Executiva: Michelle Bittencourt
Projeções: Luiz Kowalski
Design Gráfico: Pablito Kucarz
Fotos: Marcelo Almeida
Assessoria de Comunicação e Imprensa: Luciana Melo

Serviço: Guernica – Dança Contemporânea
Local: Pátio da Capela Santa Maria
Endereço: Rua Conselheiro Laurindo, 273 – Centro
Curitiba – Paraná. Telefone: (41) 3321-2840

Temporada: de 3 de fevereiro a 5 de março
De quinta a sábado
Horário: 20h30*
Domingo
Horário: 17h30** e 20h30*
*Espetáculo ao ar livre. Sessões sujeitas às condições climáticas.
**Sessões sujeitas à confirmação com a produção.

Ingressos: R$ 30,00 e R$ 15,00 (meia)
Aceita dinheiro, cartões de débito e crédito
Entrada franca em 23 de fevereiro
Lotação: 150 lugares
Duração: 1h
Classificação indicativa: Livre
Informações: 41 9 9932-8842

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.