Oi lança “Cloud Security – nova plataforma de segurança em nuvem para empresas

A Oi realiza roadshow da diretoria B2B em algumas capitais do Brasil para alinhar a estratégia de negócios com todo time e lançar nova ferramenta de segurança, pioneira no mercado, voltada para a gestão, controle e proteção de aplicações em nuvem, o Cloud Security Oi. A nova solução é parte da estratégia de negócios da companhia de seguir apostando em serviços de TI e SVAs para as grandes empresas. A diretoria de B2B se reúne nesta quarta-feira (11) em Porto Alegre, com toda equipe da Região Sul (PR/ RS/ SC).

Em parceria com a Cisco, o Cloud Security está baseado na plataforma Cloud Lock e vai permitir o monitoramento das aplicações em nuvem, com possibilidade de criação de políticas de uso e criptografia, pelo próprio cliente. “Hoje, por mais que as empresas invistam na segurança de sua rede interna, é cada vez maior o número de aplicações que rodam na nuvem e, apesar dessa infra-estrutura estar protegida, a utilização com múltiplos usuários via múltiplos dispositivos é de difícil controle e representa um risco significativo para o negócio das empresas. A preocupação não é mais só com ataques de hackers, mas também com má utilização e perda de dados estratégicos pelos próprios usuários”, diz Cátia Tokoro, diretora Nacional de Negócios B2B da Oi (foto).

A plataforma opera com o apoio do SOC (Security Operations Center ou Centro de Operações de Segurança) da Oi, na sua sede em São Paulo. O principal objetivo do SOC é proteger as redes de dados dos clientes corporativos contra possíveis ataques cibernéticos, que está totalmente automatizado e em linha com a estratégia da companhia de digitalizar o seu negócio. De janeiro a setembro, o número de clientes que utilizam as soluções de segurança da Oi praticamente dobrou. A companhia investiu mais de R$ 100 milhões na gestão da segurança de sua rede e de seus clientes nos últimos três anos.

A estratégia da companhia para o setor de grandes empresas é continuar apostando em soluções inovadoras de TI e SVAs, que reduzem os custos e aumentam a produtividade dos clientes. No terceiro trimestre de 2016, a companhia registrou aumento de mais de 22,5% na receita de SVAs e TI em comparação ao mesmo período do ano passado. “A nossa previsão é de continuar com esse crescimento de cerca de 20% ao ano em TI e SVAs”, complementa Cátia. No Paraná, a Oi registrou crescimento de 22% no número de usuários de serviços de TI e SVAs de janeiro a novembro de 2016.

A Oi investiu mais de R$ 121 milhões no Paraná de janeiro a setembro de 2016, registrando aumento de mais de 15% nos investimentos no estado, no acumulado do ano em comparação com igual período do ano passado. Neste período, a Oi instalou mais de 13 mil novas portas para o serviço de banda larga fixa, ampliando sua capacidade de atendimento. Além disso, 19 novos sites de telefonia móvel foram implantados e 86 foram ampliados ou modernizados. Sites são locais onde ficam as antenas que realizam a transmissão do sinal do serviço móvel. A Oi oferece cobertura 4G nas cidades de Cascavel, Colombo, Curitiba, Foz do Iguaçu, Londrina, Maringá, Ponta Grossa e São José dos Pinhais. Até o final deste ano, a Oi ampliará a cobertura 4G para mais 10 cidades paranaenses: Almirante Tamandaré, Apucarana, Arapongas, Araucária, Campo Largo, Guarapuava, Paranaguá, Pinhais, Toledo e Umuarama. No Paraná, a Oi conta com aproximadamente 3,8 milhões de clientes na telefonia móvel, telefonia fixa, banda larga fixa e TV por assinatura, além de 75 mil hotspots da rede Oi Wifi.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.