Últimas

Paviloche projeta um crescimento de 20% para este ano

O ano que passou foi um dos mais difíceis na história da economia brasileira. Muitas empresas fecharam as portas e outras reduziram o quadro de funcionários para conseguir continuar as atividades. Com tantas adversidades, como se manter no mercado? Na Paviloche, fabricante de sorvetes com mais de 25 anos de atuação no Paraná e em Santa Catarina, a sazonalidade do ramo já é um grande desafio durante os meses de baixa temporada, porém, em 2016, a empresa catarinense procurou inovar para se destacar e passar longe da crise. Segundo o diretor Comercial, Diógenes Pavinato, foi possível cumprir todo o planejamento anual de lançamentos, projetos e parcerias. “Este ano também teremos grandes desafios diante do cenário de mercado que estamos vivendo. É tempo de retorno dos investimentos. Almejamos um crescimento de 20% e, para isso, vamos buscar novas ideias para estar sempre à frente. Uma das novidades será a mudança do tamanho dos potes, decisão tomada a partir de uma pesquisa de mercado”, afirma Pavinato.

Entre as ações realizadas em 2016, uma ganhou destaque: a campanha Sorvete Solidário, em parceria com a ASID Brasil. Durante quatro meses de campanha, foram comercializados cerca de 70 mil litros de sorvete. A entidade de Curitiba, que trabalha no desenvolvimento de pessoas com deficiência, foi beneficiada com R$ 1 por pote vendido, arrecadando um total de R$ 35.438. “Participar desse projeto nos ajudou nos resultados, mas, principalmente, foi gratificante ter a oportunidade de contribuir com uma causa tão nobre e que se alinha com nossos valores. Também foi importante para o nosso relacionamento com os clientes (consumidores e revendedores) e para o posicionamento da marca”, destaca.

Depois do sucesso do co-branding com a Chocoleite em 2014 e 2015, quando foram lançados o picolé e o sorvete da bebida achocolatada, a Paviloche apostou novamente em uma parceria com empresas catarinenses e desenvolveu, junto com a Agua da Serra, o picolé de Laranjinha. Mais de 80 mil unidades já foram vendidas. E mesmo que no Inverno o comum não seja consumir alimentos gelados, a indústria de sorvetes não deixou de investir em novidades e criou a linha de Gelatos Italianos, que possui sabores desenvolvidos especialmente para a estação. O sucesso foi tanto que, além de incrementar as vendas no período, a sobremesa permaneceu no catálogo junto com outros 129 produtos.

A forte atuação da Paviloche em Santa Catarina e no Paraná deu à marca o segundo lugar em duas pesquisas supermercadistas divulgadas em 2016 que analisavam a região Sul do Brasil, ficando apenas atrás da nacional Kibon. O reconhecimento foi como fornecedor pela indicação dos parceiros e também pela escolha dos consumidores. “Por mais que tenha sido um ano difícil economicamente, devemos comemorar, pois conseguimos nos manter atuantes no mercado, focados em nossos pilares de inovação e relacionamento. Ousamos ao lançar quatro novas linhas e 12 novos produtos, fechamos parcerias importantes como a distribuição do Açaí Frooty, instituímos a data do nosso aniversário (10/11) como o Dia do Pavilover, alinhamos o nosso DNA em todos os níveis da empresa, fortalecemos nossa presença nas redes sociais, entre muitas outras ações que estavam nos nossos planos”, comemora o diretor Comercial.

 

A Paviloche,

Localizada em Joinville (SC), com um parque fabril de aproximadamente cinco mil metros quadrados, a empresa emprega 160 colaboradores diretos e 40 representantes comerciais. A marca catarinense atua em cerca de três mil pontos de venda no Paraná e em Santa Catarina. Diariamentesão produzidos 60 mil litros de sorvete e 40 mil picolés, além de outras sobremesas geladas.

Paviloche

<jornalismo4@grupoodp.com.br>

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*


Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com