Últimas

Que tal melhorar sua alimentação em 2017?

É 2017: ano novo, vida nova, promessas também renovadas. E muita gente coloca na famosa listinha de “metas” o cuidado com a saúde, principalmente o item “emagrecer”. Com ele entra no pacote “ir à academia”, “fazer dieta”, “perder X quilos”… Mas será que essas coisas são mesmo as mais importantes? Segundo a endocrinologista Fernanda Justus Malucelli, da Otorrinos Curitiba, investir numa alimentação saudável é o primeiro passo para quem quer, de fato, entrar em forma e ter uma vida com mais qualidade.

Os hábitos alimentares são fundamentais para definir o peso e a saúde de cada um. Mudanças simples como a redução de açúcar e gordura no dia a dia já podem fazer toda a diferença, sem que a pessoa deixe de desfrutar, por exemplo, de uma sobremesa em uma festa”, explicou.

Mas só a alimentação não faz milagres. Aliar a prática de uma atividade física nesse processo é essencial para quem quer um 2017 com novos hábitos. “O exercício físico complementa este hábito saudável, sendo importante para a nossa flexibilidade. Ele melhora a imunidade, a disposição, faz a preservação de força muscular e, claro, auxilia na perda da gordura corporal. Precisamos focar na perda de gordura e não necessariamente na de peso, e para isso, a dieta aliada ao exercício também é importantíssima, sempre, é claro, com a orientação de um profissional”, lembrou a especialista.

E quem ainda reclama que não tem tempo para praticar um exercício físico, pode começar a sair do sedentarismo fazendo atividades simples em casa. Porém, para a perda de peso, é necessário um pouco mais de esforço. “Limpar a casa, subir escadas e caminhar para ir ao trabalho são atividades que, se praticadas diariamente, excluem o indivíduo da definição de sedentarismo. Porém, se focarmos na perda de peso, vamos necessitar de um exercício de intensidade moderada, praticado 4 vezes por semana ou mais, e com aumento progressivo de acordo com o condicionamento físico”, recomenda Fernanda. A médica também aconselha que o tempo não precisa nem deve ser muito longo. O importante é desafiar essa intensidade e evoluir a cada dia, reservando, para isso, de 30 a 40 minutos.

Obesidade

Dados do Ministério da Saúde de 2014 mostram que mais de 50% da população está acima do peso. Segundo a especialista, a obesidade apresenta graves riscos para a saúde, e está relacionada às principais causas de morte nos dias atuais.

“A obesidade é fator de risco para o diabetes tipo 2, para a hipertensão, para as doenças cardiovasculares como o Infarto Agudo do Miocárdio e o Acidente Vascular Cerebral (AVC), além de vários tipos de câncer”, alertou.

Sobre Fernanda Justus Malucelli

Fernanda Justus Malucelli é formada em Medicina pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), com residência em Clínica Médica pelo Hospital Evangélico de Curitiba e residência em Endocrinologia pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Possui o título de Especialista pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM) e atua em pesquisa clínica na área de Diabetes.

Sobre a Otorrinos Curitiba

A Otorrinos Curitiba é a mais nova referência no atendimento da área de otorrinolaringologia da capital paranaense. Inaugurada em setembro de 2015 no bairro Mercês, a clínica possui estrutura moderna, excelente localização, tecnologia de ponta e profissionais altamente renomados para oferecer o melhor atendimento aos pacientes.

A Otorrinos Curitiba possui horário de atendimento diferenciado: de segunda a sexta, das 8h às 22h, e aos sábados, das 9h às 17h. Para maior comodidade dos pacientes, possui estacionamento no local.

A clínica atende aos seguintes convênios: Unimed, Amil Assistência Saúde, Bradesco Saúde, Copel, Cassi, Evangélico Saúde, Mediprev, Sanepar, Saúde Caixa, Sinam, SulAmérica e Voam.

Serviço:

Otorrinos Curitiba

Rua Doutor Roberto Barrozo, 1381, 1º andar – Mercês

Telefone: (41) 3335-0302 / 3336-9640 / 3339-4084

Site: www.otorrinoscuritiba.com.br

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*