Crescimento na geração de empregos revela tímida recuperação industrial

De acordo com o Portal da Indústria, os resultados de dezembro de 2016 mostram que a UCI – Utilização da Capacidade Instalada (índice que mede o nível de atividade da indústria mostrando a porcentagem do parque industrial que está trabalhando) foi de 76%, o menor valor da série histórica desde que começou a ser aferido em 2003. Mesmo assim, o emprego no setor da indústria cresceu 0,2% – o primeiro aumento após 23 meses –  mostrando que setor industrial ainda recebe uma grande quantidade de candidatos buscando novas oportunidades.

 

Este percentual, ainda que tímido, demonstra que muitas pessoas estão deixando a área administrativa em direção ao setor industrial atraídas pelas garantias oferecidas. Mesmo sendo este setor o que menos cresceu em comparação com outras atividades econômicas,como o agronegócio,  Clodoaldo Barbosa,  executivo da NOSSA Gestão de Pessoas e Serviços, explica que as tendências para este início de ano são de mais crescimento:

 

“A indústria está voltando a contratar, porém a concorrência está alta. Acontece que o desemprego não diminuiu e segue aumentando, ainda não está estabilizado, mas já é perceptível que o empresariado está trazendo um grau de confiança maior para o futuro. O próprio ministro da Fazenda, Henrique Meirelles,  disse que este primeiro trimestre será positivo e isso faz com que os empresários comecem a investir um pouco mais em seus negócios e gerar estas vagas.”

Buscas por vagas não parou desde o final do ano passado
Clodoaldo reforça que este o bom momento vem desde a virada de 2016 para 2017. Diferente de anos anteriores, quando havia a diminuição do número de vagas, de processos e mesmo de candidatos logo após neste período de virada de ano, o momento atual seguiu com o mesmo fluxo do final do ano passado:

“O ano começou exatamente no dia 02 de janeiro, sem aquela história de buscar oportunidades apenas depois do carnaval. Pode ter certeza que metade das pessoas que buscam um trabalho para 2017 já está se movimentando, fazendo seus currículos e cadastros. Isso acontece justamente pelo alto nível de desemprego e as poucas vagas que geram uma concorrência mais acirrada em todos os níveis. Seja para um profissional com grau superior ou procurando uma vaga de assistente de produção, a concorrência está acima de 30 candidatos por vaga. A tendência é que esses números melhorem ainda neste início de ano.” conclui Clodoaldo.


Foto: Maxpixel/Nikon D200

Sobre a Nossa
Criada em Curitiba no ano de 1993, a NOSSA se dedica em buscar soluções para contratação de pessoas para contratações efetivas, trabalhos temporários e terceirização de pessoal. Os profissionais são especializados em definir as melhores estratégias, de acordo com as necessidades da empresa-cliente. O leque de serviços abrange todo o processo de recrutamento, seleção, orientação e contratação de profissionais para trabalhos permanentes e temporários. Além disso, desenvolve projetos especiais. A NOSSA cuida do recrutamento, de todo o processo legal das contratações e também do gerenciamento das equipes.

 

Sobre a KAKOI Comunicação
A KAKOI Comunicação é uma empresa cujo objetivo de proporcionar aos clientes os melhores resultados com ações simples, porém focadas em nosso compromisso de abranger qualidade X resultado. A kakoi conta com equipe especializada em diferentes áreas para garantir a pluralidade dos projetos abrangendo a maior frente possível de comunicação.


Fonte: KAKOI Comunicação

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.