IOP participa do Projeto OncoRede da Agência Nacional de Saúde Suplementar

O Instituto de Oncologia do Paraná (IOP) foi selecionado para fazer parte do Projeto OncoRede, da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), iniciativa que visa implantar um novo modelo de cuidado voltado a pacientes beneficiários de planos privados com o objetivo de reorganizar a assistência e corrigir falhas, facilitando o tratamento e oferecendo melhorias nos resultados. Ao todo, 42 instituições irão compor a OncoRede.

O oncologista clínico do IOP, Dr. Johnny Francisco Cordeiro Camargo, explica que o projeto possibilitará o estudo de novas metodologias e condução do paciente em tratamento contra um câncer. “O processo ficará mais ágil, oferecendo diversos benefícios para o paciente, pois com a condução do tratamento de forma rápida, o indivíduo não perderá mais tempo entre os exames e consultas com os profissionais envolvidos em seu tratamento.”

O projeto apresentado pelo IOP mostra a intenção de desenvolver ações alinhadas a essa nova metodologia, onde será utilizada a rede que já existe entre os médicos e equipe multidisciplinar como uma ferramenta que ajudará no desenrolar mais rápido do diagnóstico e tratamento do paciente. “A nossa participação no OncoRede vai acelerar todo o processo, com ações integradas capazes de reorganizar, estimular e aprimorar a prestação de serviço da questão oncológica”, aponta Dr. Johnny.

Em fevereiro, as instituições espalhadas pelo Brasil começarão a desenvolver os projetos, com acompanhamento e monitoria da ANS. Os resultados serão mensurados, e os modelos que se mostrarem viáveis poderão ser replicados para o conjunto do setor suplementar de saúde, de forma a estimular mudanças sustentáveis.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.