Rede municipal de ensino de Tijucas do Sul tem novidades em 2017

Novo sistema beneficia alunos, professores e gestores educacionais

O início do ano letivo traz novidades para os alunos da rede municipal de Tijucas do Sul, no Paraná. É que a partir deste ano, por meio de um convênio firmado entre a Secretaria Municipal de Educação e a Editora Positivo, parte das escolas mantidas pela prefeitura passam a adotar o Sistema de Ensino Aprende Brasil para as turmas G4 e G5 da Educação Infantil, além do Ensino Fundamental, do 1º ao 3º ano.

De acordo com a prefeitura, das 15 escolas existentes no município, 14 serão beneficiadas com o convênio, que oferece um conjunto completo de soluções para as escolas. A expectativa é que, com o novo sistema, melhore ainda mais a nota da cidade no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), que atualmente é de 5.8, e supera a média nacional, que está em 5.3. A meta para o Brasil é que, até 2021, todas as escolas alcancem o patamar 6.0, o que corresponde ao de países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), como Estados Unidos, Canadá, Inglaterra e Suécia.

Como convênio da Editora, além do material didático, a Secretaria Municipal de Educação recebe assessoria pedagógica para os professores e o apoio de uma coordenação pedagógica regional, a fim de auxiliar os gestores educacionais no processo de implementação do sistema na região e atender demandas educacionais específicas da localidade.

Segundo a secretária de educação, Viviane Macucheski, a ideia de investir no Sistema de Ensino Aprende Brasil teve início com a nova gestão do prefeito, que já conhecia a proposta. A secretária também já conhecia o sistema por ser professora e afirma que será uma boa mudança para a cidade. “Já conhecíamos o sistema de outras instituições e resolvemos implantar o Sistema que traz muitos diferenciais, tanto pela assessoria pedagógica, cursos de formação de professores, quanto pelo material que facilita o planejamento dos docentes”, argumenta. O Sistema de Ensino Aprende Brasil também oferece um Portal com home page disponível para alunos e professores. Nele, é possível encontrar conteúdo específico integrado ao livro didático.

Entre os diferenciais da assessoria pedagógica está o atendimento aos professores por meio de cursos presenciais e à distância, utilizando estratégias como web conferências, web atendimento e e-mails. “Estamos com alta expectativa em relação ao Aprende Brasil. Será uma grande ajuda e suporte para os professores, melhorando cada vez mais a qualidade de ensino de Tijucas do Sul e beneficiando muito o processo de ensino e aprendizagem de nossas crianças e jovens”, completa a secretária.  A rede municipal também passa a contar com dois métodos auxiliares de avaliação: o Hábile (Sistema de Avaliação Positivo) e o SIMEB (Sistema de Monitoramento Educacional do Brasil) que contribuem tanto para a avaliação da gestão educacional, como para a avaliação do desempenho particularizado das turmas. Atualmente, o Sistema de Ensino Aprende Brasil está presente em mais de 2 mil escolas públicas, fazendo a diferença na vida de mais de 330 mil alunos, em cerca de 22 municípios brasileiros.

Sobre a Editora Positivo: fundada há 37 anos, a Editora Positivo tem a missão de construir um mundo melhor por meio da educação. Tendo as boas práticas de ensino como seu DNA, a Editora especializou-se ao longo dos anos e tornou-se referência no segmento educacional, desenvolvendo livros didáticos, literatura infantil e juvenil, sistemas de ensino e dicionários. A Editora Positivo está presente em milhares de escolas públicas e particulares com os seus sistemas de ensino. Amplamente recomendados pela área pedagógica e reconhecidos pelos seus resultados, os sistemas foram criados de modo a atender a realidade de cada unidade escolar. Para a rede pública a editora disponibiliza o Sistema de Ensino Aprende Brasil. Já as escolas particulares contam com o Sistema Positivo de Ensino e com o Conquista. Cerca de 2 milhões de alunos utilizam os sistemas de ensino da Editora Positivo, em escolas públicas e particulares, no Brasil e no Japão.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.