Startup Eduletrando, de Londrina, marca presença na Campus Party 2017

A Eduletrando – Startup de Londrina com foco em educação e entretenimento, está participando da Campus Party 2017, um dos maiores eventos globais de tecnologia que acontece até domingo, dia 6 de fevereiro, em São Paulo. O evento reúne empreendedores, investidores e interessados em tecnologia e deve receber cerca de 120 mil visitantes.

De acordo com o CEO da startup, Luiz Antonio Monteiro Junior, a participação no evento é uma grande oportunidade para contatos e negociações. A startup está no espaço Startups & Makers, que reúne 160 startups de todo o país, expondo suas soluções e tecnologias. “A Eduletrando é uma produtora de conteúdo de livros infantis tanto impressos como digitais com recursos de realidade aumentada, game e audiobook. A tecnologia é nosso negócio e justamente por isso é uma startup que tem tudo a ver com a Campus Party e com o público que estará lá. É uma grande oportunidade para apresentar nosso trabalho a milhares de pessoas”, considera.

A Eduletrando faz parte do programa de pré-aceleração no Crowd Londrina – realizado pela Telefónica Open Future, Intuel e Sebrae-PR – e vem criando novas soluções inovadoras para atender ao mercado editorial infantil. Uma das soluções faz uso da Realidade Aumentada para estimular a leitura de livros infantis. O recurso, que em 2016 se popularizou com o game Pokémon Go!, permite a interação entre o real e o virtual, com personagens que interagem com o público a partir de aplicativos em aparelhos como tablets e celulares.

Dentre os novos projetos em desenvolvimento pela startup também está a criação de conteúdo que promova conhecimento educacional e entretenimento, a partir da gamificação de novas histórias. “Não queremos apenas reproduzir ou adaptar histórias de clássicos da literatura infantil e sim criar novas histórias, personagens, conteúdos e novos temas que promovem o conhecimento, com possibilidade de serem transformados em games por exemplo. O game favorece o aprendizado e o processo educacional de forma dinâmica motivando ações e comportamentos das crianças, que se engajam para resolver os problemas e desafios”.

Ano passado, a startup lançou na bienal do livro de São Paulo seu primeiro livro com o recurso da Realidade Aumentada, encantando crianças e adultos que passavam pelo estande. “Nós pensamos em soluções voltadas para as crianças. Mas também já pensamos em diversas possibilidades de mercado, tanto para a indústria do livro, que vem se tornando mais dinâmica, como para outros segmentos e públicos específicos”, explica. <fernandars.consultoria@gmail.com>

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.