Evento da ONU discute o empoderamento econômico das mulheres no mundo do trabalho

Evento da ONU discute o empoderamento econômico das mulheres no mundo do trabalho

LBV apresentará recomendações sobre iniciativas inovadoras em Educação

 

 

A partir da semana que vem, chefes de Estado, delegações governamentais, agências especializadas da Organização das Nações Unidas (ONU) e organizações da sociedade civil de todo o mundo debaterão o tema “O Empoderamento Econômico das Mulheres no Dinâmico Mundo do Trabalho” durante a 61ª sessão da Comissão sobre a Situação das Mulheres (CSW, na sigla em inglês). O evento ocorrerá entre 13 e 24 de março, na sede da ONU em Nova York/EUA.

 

O Brasil, mais uma vez, se fará representado em um painel temático organizado pelo Comitê de ONGs sobre Educação, Aprendizagem e Alfabetização nas Nações Unidas. A convite desse comitê, a Legião da Boa Vontade (LBV) apresentará suas contribuições sobre “Iniciativas inovadoras em Educação para o Empoderamento de Mulheres e Meninas”, na manhã de terça-feira, do dia 14.

Ao longo de seus 67 anos de trabalho, a LBV tem reunido diversas recomendações e boas práticas no fortalecimento do protagonismo feminino. Milhares de mulheres que participam dos programas socioeducacionais da Instituição tem vencido seus desafios e mudado seus destinos, os de suas famílias e comunidades. Essas histórias serão compartilhadas ainda na revista BOA VONTADE Mulher (editada em espanhol, francês, inglês e português). A publicação também traz o artigo “Solidariedade: a razão e o coração da Economia”, do diretor-presidente da LBV, o jornalista e escritor Paiva Netto, no qual ele destaca a importância de se valorizar o papel da Mulher no mundo: Se tratarmos aqui da urgência de à mulher ser facultado o empoderamento econômico, é porque devemos extirpar, de uma vez por todas, a discriminação contra ela no acesso às mesmas oportunidades de desenvolvimento que os homens recebem no âmbito do trabalho. Não mais podemos aceitar os impedimentos que as mulheres encontram nesse campo, gerando atraso na luta pela igualdade de gênero e pela erradicação da pobreza. Como imaginar a efetiva elaboração de políticas públicas, enquanto ainda se lega a um patamar econômico inferior metade da população mundial? É um contrassenso!”.

A LBV é associada ao Departamento de Informação Pública das Nações Unidas desde 1994. Em 1999, ela conquistou status consultivo geral no Conselho Econômico e Social da ONU. Com isso, elabora propostas para algumas das principais reuniões desse organismo internacional, disponibilizadas em seus seis idiomas oficiais (árabe, chinês, espanhol, francês, inglês e russo).

 

O conteúdo da revista pode ser acessado gratuitamente pelo aplicativo BOA VONTADE para iOS e Android. Informações acesse www.boavontade.com.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.