O difícil retorno à rotina escolar depois das férias e do feriadão

Depois de um período de férias ou um longo feriado, adaptar as crianças à rotina escolar não é uma tarefa fácil para pais e cuidadores. São inúmeras preocupações: equilibrar o sono, o horário de dormir e acordar, a alimentação, a rotina das tarefas, além da preparação dos pequenos para encarar todos os desafios do ano letivo.

Segundo Dra Myrna, a atenção dos pais deve se voltar ao hábito de oferecer aos filhos uma alimentação saudável, cuidar da hidratação e da rotina do sono em todas as épocas do ano. “São três importantes pontos de atenção em que os adultos podem contribuir muito para a rotina das crianças”, destaca

Outra preocupação dos pais nessa época do ano é com a saúde das crianças, pois em virtude do cansaço e da exposição a novos contactuantes (escola) elas podem ficar mais doentes. “Esse contato faz parte da vida e do desenvolvimento humano e ajuda a fortalecer o sistema imunológico das crianças. A readequação da rotina pode deixar as crianças mais cansadas, o que reduz a imunidade, então é importante iniciar a adaptação com uma certa antecedência”, explica a endócrinopediatra, Myrna Campagnoli, do Laboratório Frischmann Aisengart.

As gripes e resfriados são mais comuns do que se imagina nesta época do ano. Cerca de 75% das crianças em idade escolar são atacadas pelo vírus da gripe, segundo a Organização Mundial de Saúde, que reforça também que os ambientes escolares são considerados grandes propagadores da doença. “Os pais devem ensinar e ajudar os filhos a criarem o hábito de lavarem as mãos com água corrente, limpar as narinas com lenços descartáveis e evitar o uso de panos e fraldas para o asseio do nariz”, comenta.

A vacinação é uma importante arma no combate a doenças. O calendário de vacinação deve ser levado para todas as consultas da criança afim de que o pediatra possa avalia-lo e indicar a aplicação das vacinas necessárias. “Quando as crianças estão imunizadas correm menos riscos de contrair doenças, de faltar às aulas e de ter sua saúde debilitada, além de contribuir para o controle da propagação de doenças infectocontagiosas”, diz a médica.

 

Sobre o Laboratório Frischmann Aisengart:

O Laboratório Frischmann Aisengart tem uma história de mais de 70 anos como referência na medicina diagnóstica, contando com mais de 600 colaboradores, 40 unidades de atendimento no estado, realizando em torno de três mil tipos de exames de análises clínicas. Além disso, oferece soluções diferenciadas e alto padrão de atendimento, contando também com o serviço de vacinas. Confira mais informações sobre a empresa no site www.labfa.com.br

Paula Batista

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.