Últimas

Festival de Culturas em Antonina terá apresentações folclóricas e exposição

Um grande festival de cultura popular movimenta Antonina neste feriado de Tiradentes. Com três dias de programação variada, a cidade litorânea recebe doze grupos tradicionais do Paraná para o Festival de Culturas Tradicionais. Fandango, com bailes dos Grupos Mestre Brasílio e Pés de Ouro, danças ucranianas com o grupo Spomen de Mallet, Folia de Reis com os Mensageiros da Paz de Londrina, Romaria do Divino de Paranaguá, Congada Ferreira da Lapa, Boi de Mamão e  representações de aldeias indígenas e da cultura afro, além de uma exposição fotográfica sobre o litoral estão entre as atrações.

O hotel Camboa Antonina será uma das sedes do evento e vai receber em sua galeria a mostra Luminescências, do premiado fotógrafo Daniel Castellano. As imagens registram locais icônicos do litoral paranaense como o Farol das Conchas, na Ilha do Mel, e a Barra do Ararapira, na divisa com São Paulo, com uma técnica de longa exposição à luz, o que permite a captação de imagens que o olho humano tem dificuldades de perceber.

Sob a curadoria da artista plástica dinamarquesa Birgitte Tümmler, o fotógrafo selecionou retratos que exprimem a face noturna da região, com a qual tem uma ligação muito forte.  “O litoral paranaense faz parte da minha infância; meu pai me levava frequentemente para descer a Serra da Graciosa, Morretes e Antonina, além das praias. Mais tarde, já como fotógrafo profissional, pude descobrir alguns lugares, personagens e tradições como o Fandango, a Romaria do Divino e os pescadores. Comecei a explorar localidades como a Barra da Ararapira, ponto mais ao norte do litoral paranaense, fotografando a Romaria do Divino. Quando os romeiros descansavam, eu aproveitava para produzir novas imagens para a série”, conta Castellano, que parte para a sexta mostra individual de sua carreira.

“O litoral paranaense atrai pela cultura e riqueza de sua história, como o antigo armazém Macedo, em Antonina, um lugar por onde já passou grande parte da erva-mate do Paraná e agora encontra-se abandonado. Voltei durante a noite para fotografar para a série e algumas fotos surgem inclusive como denúncia deste abandono, lições que trago do fotojornalismo”, diz.

O próprio local que sedia a exposição faz parte dessa história: as ruínas do Camboa, datadas do século 17, serviram a princípio como um local de catequização indígena e tiveram depois muitos outros usos, como barracão para estocar erva-mate, até ser transformado no salão de eventos do Camboa.

 

Feira e oficinas

O Festival de Culturas Tradicionais ainda terá uma série de outras atrações, como a Feira de Artesanatos Autóctones e oficinas que ocupam vários pontos da cidade histórica de sexta a domingo.

 

Além de ser uma das sedes oficiais do evento, o Camboa Antonina fica localizado em frente à Praça Coronel Macedo, que concentrará a maior parte das atrações do festival, tornando-se a melhor opção de hospedagem para aproveitar este momento único da celebração da cultura paranaense.

 

Serviço

Festival de Culturas Tradicionais

Dias 20, 21 e 22

Exposição Luminescências, de Daniel Castellano – Hotel Camboa Antonina

Hotel Camboa Antonina

Rua Valle Porto, 208 – Centro Histórico – Antonina

Mais informações: e-mail capela@hotelcamboa.com.br / Fone (41) 3432-3267

fotos de Daniel Castellano

zelig.br@gmail.com

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*