42 anos do álbum “Fruto Proibido” lançado por “Rita Lee & Tutti Frutti”

A banda TUTTI FRUTTI sobe ao palco do John Bull nesse sábado, dia 29 de abril, para comemorar o 42º aniversário  do disco “ FRUTO PROIBIDO”. Para celebrar essa data histórica, a banda toca na íntegra o disco mais premiado de sua carreira.

No show, pode-se viajar nos ácidos anos 70 e curtir grandes sucessos de “RITA LEE & TUTTI FRUTTI” ao som da guitarra do lendário Luiz Carlini e grandes músicos.

Mais importante é que, passados esses 42 anos, as músicas de desse álbum continuam com a energia despertada nos anos 70.  A relevância histórica do “FRUTO PROIBIDO” pode ser conferida na quantidade de artistas que gravam e cantam em seus shows as músicas desse disco. Para citar algumas: “AGORA SÓ FALTA VOCÊ” (Pity, Caetano Veloso, Maria Rita, Zizi Possi, Paulo Ricardo, Nando Reis, Frejat, entre outros), “CARTÃO POSTAL” (Marisa Monte), “OVELHA NEGRA” (Pato Fu, Kid Abelha e Gilberto Gil), “LUZ DEL FUEGO” (Cassia Eller), “PIRATARIA” (Zelia Duncan) entre outros.

Luiz Carlini chegou a ser roadie dos Mutantes nos anos 60 e no início dos anos 70, Carlini é contratado pela TV Bandeirantes, para produzir o Band 13, programa musical, semanal com bandas ao vivo e entrevistas. Ele contratava, produzia, apresentava, carregava equipamentos, regulava o som, enfim, fazia de tudo. Totalmente autodidata, aprendeu quase tudo o que toca em 3 anos de noites lisérgicas, tirando delas toda a essência de seu estilo único.

Montou o TUTTI FRUTTI em Julho de 1973 para trabalhar com Rita Lee que já era amiga dos músicos e havia deixado os Mutantes. Foram 5 anos de trabalho, um compacto duplo, 2 compactos simples, várias músicas em novelas da Globo, vários hits nas rádios, tours pelo Brasil e os 5 álbuns feitos em conjunto: “Atrás do Porto tem uma cidade” (1974), “Fruto Proibido” (1975), “Entradas e Bandeiras” (1976, quando foi eleito guitarrista do ano pelas revistas POP e Rolling Stone), “Babilônia” (1978) e Refestança (1978, com Gilberto Gil). Em 1978, Luiz Carlini separa-se do projeto e monta o TUTTI FRUTTI com outros músicos da cena roqueira da época, com Simbas no vocal, o que resultou no álbum “Você sabe qual o melhor remédio”, 2 compactos e 1 década de shows, virando banda cult e lotando boates e clubes como o Victoria Pub em São Paulo.

No final dos anos 80 Carlini toca com artistas como Guilherme Arantes, Erasmo Carlos, volta a gravar com Rita Lee e começa a produzir discos para artistas como Supla, Tibeth, trilha para peça teatral Splish Splash de Alexandre Frota, grava 2 especiais com Roberto Carlos para a Globo, participa do Rock in Rio II e de 2 edições do Hollywood Rock, integra a Envergadura Moral de Marcelo Nova com quem grava o “Sessão sem fim” (1993) e posteriormente “Plugado” (1995) e “Quem é você” (1996) com o Camisa de Vênus.

Carlini participa então dos discos do Golpe do Estado , Nasi e os Irmãos do Blues, Made in Brasil e o disco de Paula Toller. Toca com Titãs, Midnight Blues Band, Barão Vermelho, Paralamas do Sucesso, Kid Abelha, Carlinhos Brown, André Christovam, Eric Burdon, Armandinho e Sergio Dias.

Em 1998 Carlini prepara os lançamentos de novos CD´S de já renomadas bandas do Sul Dazaranha(SC) e Bartenders (PR). Carlini segue tocando á 36 anos nas noites paulistanas e participando de diversos shows, como de Pepeu Gomes, Wanderléa, Barão Vermelho e Golpe de Estado.

Em 2010, abre o show de JOHNNY WINTER no Canecão – RJ. Em 2012, participa de um dos mais intensos DVDs de Rock do Lobão “Lino, Sexy & Brutal”. Em 2013, comemora sua participação na conquista do PRÊMIO MULTISHOW de Guilherme Arantes com o prêmio “MELHOR DISCO” – “Condição Humana”. Comemora sua participação na conquista do o GRAMMY LATINO de Erasmo Carlos com o prêmio de “MELHOR DISCO DE ROCK” – “Gigante Gentil”. Participa do projeto “BRASIL GUITARRAS”- o maior encontro de grandes guitarristas do Brasil em  MG / DF (2015) / BA (2017).

Em 2015 participou do LOLLAPALOOZA e participa do DVD “Baú do Raul – 25 anos”. No ano seguinte participa da gravação do DVD de Dulce Quental. Em 2016 participa da abertura do show dos “ROLLING STONES” no Maracanã com a banda “UL TRAJE A RIGOR” e abre o STOCKCAR com o Hino Nacional na voz de sua guitarra.  Além disso, continua esbanjando talento em plena atividade com as bandas “TUTTI FRUTTI”, “CARLINI & FRIENDS” e “OS 3 GUITARRISTAS”, além de ser guitarrista da banda de Guilherme Arantes entre outras diversas participações em shows, gravações e produções musicais. Estas vitórias dão status ao Rock e a Carlini, cuja trajetória desta celebridade da música brasileira, é a própria história do Rock Nacional.

A banda:

ROY CARLINI – guitarra

LUIZ CARLINI – guitarra e líder da banda “Rita Lee & Tutti Frutti”

SOL RIBEIRO  – vocal

ROY CARLINI – guitarra

GERALDO VIEIRA – baixo

MARINHO TESTONI – teclados

FRANKLIN PAOLILLO – bateria e integrante da banda “Rita Lee & Tutti Frutti”

 

Serviço:

Tutti Frutti

Abertura: Doberrot e Gregos e Troianos

Data: 29 de abril (sábado)

Local: John Bull Pub

Horário: 22h (primeira banda)
Ingressos:

Ingressos já a venda no local ou pelo https://sympla.com.br/banda-tutti-frutti-em-curitiba__134795

Primeiro lote: R$25,00

Segundo Lote: R$30,00

Na hora outro valor

Valores acima referentes a meia entrada e promocional

Serviço:

 John Bull Pub

Rua Mateus Leme, 2204.

Informações: (41) 3252 0706

Abertura da casa às 20h

(fernandamuraro@hotmail.com)

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.