Afinal, por que vomitamos?

O vômito é uma das formas do corpo humano mostrar que algo não vai bem em seu funcionamento. É também um mecanismo de defesa, controlado pelo cérebro, que expulsa algo que incomoda o organismo. De acordo com o cirurgião do aparelho digestivo do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, Elesiário Caetano Jr., são várias as causas que fazem o corpo expelir substâncias. Uma delas pode estar relacionada à alteração hormonal, principalmente em grávidas.

A dificuldade de esvaziamento gástrico é outro motivo que ocasiona o vômito. “O processo digestivo depende do tipo e da quantidade de alimento ingerido. As pessoas com digestão mais lenta podem provocar o vômito”, explica o cirurgião. Alimentos com alto teor de gordura pioram o caso.

Neste processo, o corpo envia sinais até o centro nervoso, na medula, indicando que o organismo precisa expelir o que não foi bem digerido. Imediatamente, o estômago recebe um comando de contração abdominal, causando o vômito. Funciona como uma espécie de gatilho, que favorece a saída do conteúdo gástrico através da boca. “Por isso, é quase impossível segurar o vômito, principalmente em quem já apresenta alguma doença associada, como refluxo”, salienta o médico. Pessoas com os mais variados problemas gástricos são mais suscetíveis a vomitar.

No caso do refluxo, o conteúdo do estômago volta para o esôfago, desencadeando o vômito. Já em mulheres grávidas, principalmente no primeiro trimestre de gestação, os altos índices de hormônios, como hCG (hormônio da gravidez) e progesterona, agem no trato gastrointestinal. Em recém-nascidos, o esôfago apresenta uma deficiência motora, que gera o vômito, mas se aperfeiçoa com o tempo.

Outro fator que também pode ocasionar a náusea é o excesso de bebida. “O álcool, quando ingerido em excesso, muitas vezes provoca irritação no estômago, favorecendo o refluxo e episódios de vômito”, destaca Caetano.

Fatores psicológicos também podem determinar o vômito, por isso existem pessoas que passam mal ao ver outras vomitando.

 

COMPLEXO HOSPITALAR EDMUNDO VASCONCELOS

Localizado ao lado do Parque do Ibirapuera, em São Paulo, o Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos atua em mais de 50 especialidades e conta com cerca de 1.400 médicos. Realiza aproximadamente 12 mil procedimentos cirúrgicos, 13 mil internações, 230 mil consultas ambulatoriais, 145 mil atendimentos de Pronto-Socorro e 1,45 milhão de exames por ano. Dentre os selos e certificações obtidos pela instituição, destaca-se a Acreditação Hospitalar Nível 3 – Excelência em Gestão, concedida pela Organização Nacional de Acreditação (ONA) e o Prêmio Melhores Empresas para Trabalhar no Brasil, conquistado pelo sexto ano consecutivo em 2016.

 

Rua Borges Lagoa, 1.450 – Vila Clementino, Zona Sul de São Paulo.
Tel. (11) 5080-4000

Site: www.hpev.com.br
Facebook: www.facebook.com/ComplexoHospitalarEV
Twitter: www.twitter.com/Hospital_EV
YouTube: www.youtube.com/user/HospitalEV

 

<mariana.santos@tree.inf.br>

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.