Feriadão: Itaipu recebe 30% a mais de turistas que o esperado e média de visitação bate 2016

Foi um feriadão excepcional para o turismo de Itaipu. Um total de 8.380 pessoas visitou as atrações turísticas da usina, de sexta-feira, 21, feriado de Tiradentes até domingo, 23. O número é quase 30% maior do que o esperado pelo Complexo Turístico Itaipu (CTI) para o período. O CTI trabalhava com uma expectativa de 6.500 turistas. Na média, a visitação foi bem superior à do ano passado. Só o Refúgio Biológico Bela Vista (RBV) teve um salto de 80%.

Além do efeito oncinha – a nova atração do RBV –, a alta do movimento é atribuída em grande parte a uma campanha de divulgação da Fundação Parque Tecnológico Itaipu em um quiosque de um shopping da cidade próximo à fronteira do Brasil com a Argentina. Ali circulam dezenas de argentinos, que são os que mais visitam Itaipu, depois dos brasileiros.

O movimento é menor do que o registrado em 2016, nos dados gerais, porque o feriadão teve quatro dias no ano passado – caiu numa quinta-feira. Foram 9.263 visitantes contabilizados no período. Na média diária, no entanto, 2017 ganha. São 2.316 turistas diários em 2016, de quinta a domingo, ante 2.973 visitantes por dia, neste feriadão, de sexta-feira a domingo.

Para o gerente geral do CTI, Yuri da Silva Benites, a melhoria dos números é um reflexo da retomada da economia nacional. “Os brasileiros aos poucos voltaram a viajar. O Destino Iguaçu tem sido uma boa opção e Itaipu entrou definitivamente no roteiro dos viajantes”, diz.

 

Comparações

Na comparação dos três dias, 2017 teve visitação superior. O Refúgio Biológico Bela Visita recebeu 445 visitas, um aumento de 80%. Passou de 247 para 445. O Porto Kattamaram teve 70% de crescimento na visitação, de 317 para 539. A visita panorâmica subiu 33%, de 4.069 para 5.415.O Circuito Especial teve um salto de 23%, passando de 525 para 648.  A Iluminação da Barragem e o Ecomuseu tiveram crescimento semelhante. O show de luzes foi visto agora por 845 pessoas ante 739 em 2016, com 14% de aumento. Já o Ecomuseu foi visitado por 338 pessoas contra 298 no ano passado, aumento de 13%.

 

Moradores da região não pagam

Os moradores dos municípios da região trinacional e lindeiros ao Lago de Itaipu não pagam ingresso para conhecer cinco atrativos do complexo turístico: Visita Panorâmica, Iluminação da Barragem, Refúgio Biológico, Polo Astronômico e Ecomuseu. Para o Circuito Especial e Porto Kattamaram, além do estacionamento no Centro de Recepção de Visitantes (CRV) de Itaipu, o desconto é de 50%.

São beneficiados os moradores dos seguintes municípios lindeiros: Capanema, Capitão Leônidas Marques, Céu Azul, Diamante do Oeste, Entre Rios do Oeste, Foz do Iguaçu, Guaíra, Itaipulândia, Lindoeste, Marechal Cândido Rondon, Matelândia, Medianeira, Mercedes, Missal, Pato Bragado, Ramilândia, Santa Helena, Santa Lúcia, Santa Tereza do Oeste, Santa Terezinha de Itaipu, São José das Palmeiras, São Miguel do Iguaçu, Serranópolis do Iguaçu, Terra Roxa, Vera Cruz do Oeste, todos no Paraná, além de Novo Mundo, no Mato Grosso do Sul.

Na região trinacional, são beneficiados com a gratuidade os moradores de Puerto Iguazu, Puerto Libertad, Puerto Esperanza e Wanda (todos na Argentina) e de Ciudad del Este, Presidente Franco, Minga Guazú e Hernandárias (no Paraguai).

Para ter o benefício, o morador deve apresentar comprovante de residência recente, acompanhado de documento com foto. Menores de 18 anos podem apresentar comprovante no nome dos pais.

Mais informações e reservas sobre os atrativos turísticos da usina podem ser obtidas pelo telefone do Turismo Itaipu (45 3529-2892) ou no sitewww.turismoitaipu.com.br.

Foto: Rubens Fraulini.

<imprensa.itaipu@cliptime.com.br>

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.