Últimas

Lipoaspiração ou abdominoplastia?

Ter uma barriga definida e livre das gordurinhas indesejadas é o sonho de muitas pessoas. Mas, em muitos casos, mesmo praticando exercícios intensos e mantendo uma alimentação adequada, não há um remodelamento corporal, mantendo-se os famosos pneuzinhos ou uma flacidez por excesso de pele. Sendo assim, a melhor alternativa é recorrer a procedimentos cirúrgicos para melhorar o contorno corporal e diminuir o excesso de gordura abdominal. As intervenções mais comuns são a lipoaspiração e a abdominoplastia, que possuem diferenças e indicações distintas.

“O objetivo da lipoaspiração é o remodelamento do contorno corporal do paciente por meio da retirada de gordura de locais indesejáveis. Já no caso da abdominoplastia é possível retirar o excesso de pele abaixo do umbigo e gordura localizada e até mesmo as estrias localizadas na região”, destaca o Dr. Alexandre Audi, cirurgião plástico do Hospital Sírio-Libanês.

Na lipoaspiração retira-se a gordura por meio de cânulas, que são pequenos tubos introduzidos na pele até o tecido adiposo (camada que vem logo após a pele), de onde o cirurgião plástico aspira a gordura localizada. “As incisões são pequenas, com aproximadamente 1 cm, em locais geralmente escondidos pelas roupas íntimas. A dor do pós-operatório é suportável e os pontos retirados após uma semana. É comum que a região fique um pouco inchada e roxa por um período. A drenagem linfática é obrigatória para reduzir o acúmulo de líquidos nos tecidos”, diz Audi.

Já no caso da abdominoplastia, as indicações mais frequentes são para mulheres que tiveram múltiplas gestações, pessoas que possuem acúmulo de gordura na região da barriga ou quem teve perda substancial de peso, além da diástase (afastamento dos músculos).  “É realizada uma incisão em formato de arco logo acima dos pelos pubianos. No caso de diástase é realizada uma correção da frouxidão muscular. Há remoção da pele e gordura localizada abaixo do umbigo. Utiliza-se o dreno e há necessidade de drenagem linfática no pós-operatório”, afirma Audi.

SOBRE O DR. ALEXANDRE AUDI – é cirurgião plástico, formado pela Faculdade de Medicina da USP, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBPC), especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, cirurgião plástico do Hospital da Aeronáutica de São Paulo e do Núcleo de Feridas Complexas do Hospital Sírio-Libanês. <bdwcomunica2@gmail.com>

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*


Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com