Serviço de Voluntários do CHC completa 27 anos de atividades

Apresentações culturais marcaram mais um aniversário do grupo

Visitar pacientes, contar estórias, conversar, acompanhar e orientar: estes são alguns dos trabalhos que os 800 voluntários do Complexo Hospital de Clínicas da UFPR (CHC) realizam. Na última quinta-feira, 30, e na tarde de hoje, 31, o Serviço responsável comemorou mais um ano de ações.

Em 1990, o então diretor do Hospital de Clínicas da UFPR, professor Ricardo Akel, e uma assistente social da época, Iwonka Blasi, inovaram no modo de cuidar do paciente: criaram uma equipe formada por pessoas que apenas queriam ajudar o próximo.

“Gosto dessa ‘frente’ com o paciente e isso acabou resultando em uma tarefa muito maior: uma multiplicação do servir a outro ser humano com o melhor de si próprio”, disse Iwonka. “Eu admiro cada um de vocês, cada dia que vocês vêm e se doam. Sejam abençoados e sejam felizes.” Em pé, todos aplaudiram a primeira chefe do Serviço do HC.

 

Sob nova direção

A abertura da festa foi realizada pela chefe dos voluntários, Maricê Cordeiro. Após agradecer pela presença do público, ela falou sobre o compromisso que é firmado.

“São pequenas ações que fazem uma grande diferença na vida do outro, em especial em um ambiente hospitalar. É a simples e profunda alegria de fazer o bem”, declarou.

A professora Claudete Reggiani, que assumiu a superintendência da instituição no dia 02 de fevereiro, ressaltou que, independente de suas atividades, todos que vêm ao Hospital têm o objetivo de atender os pacientes.

“Essa leveza e alegria que vocês trazem aqui é uma parte especial. Durante esses 27 anos, vocês humanizado o ambiente. Isso mostra uma afetividade e um envolvimento com as pessoas”, disse.

Intercalados entre os pronunciamentos, três grupos culturais se apresentaram para entreter a plateia. Por primeiro, duas garotas e um garoto da escola de dança Eliane Fetzer exibiram seu número de Hip Hop.

Após a atuação, o professor Ricardo Marcelo, reitor da UFPR desde 19 de dezembro, agradeceu aos voluntários pelo trabalho. “A solidariedade com as pessoas, com esta instituição e com a Universidade é o que os move. É um grande privilégio para todos que tenhamos esse grupo. Contem com todo o apoio possível”, afirmou.

Então, as dançarinas do estúdio Believe realizaram sua performance ao som de Jazz. Mais música ainda estava por vir.

 

Momentos de reflexão

O Serviço de Capelania, por meio do padre Pedro Alves, orientou as bênçãos desejadas aos voluntários pelo trabalho prestado, independente da crença que cada um tenha. Quatro músicos executaram canções religiosas para acompanhar os agradecimentos.

Por fim, o grupo teatral Actus Produções apresentou a montagem “A Jardineira e a Rosa”, a qual aborda os atos de prestar auxílio e companheirismo ao próximo. As duas atrizes distribuíram flores ao término da peça.

 

Encerramento

Dois cachorros do projeto Amigo Bicho, que leva animais de estimação aos centros hospitalares para alegrar os pacientes, deram o ar de suas graças para os voluntários. Após a visita da dupla, a Duo Cacao, empresa especializada em cascatas de chocolate, fez a alegria dos presentes, enquanto o acadêmico de Medicina Gustavo Fioravanti interpretava clássicos em seu violino.

 

Quer ser voluntário no HC? Confira os requisitos

 “Marcar uma “Visita de experiência” para conhecer o Serviço de Voluntários do HC, por 2 horas”. Tel. (41) (3360-18-61) – 3° Andar Central;

 Ter acima de 18 anos e participar da palestra do Centro de Ação Voluntária (CAV) – Tel. (41) 3322-8076 – www.acaovoluntaria.org.br;

 Preencher a ficha de cadastro e Termo de adesão disponível no site do Hospital – www.hc.ufpr.br / link: cidadania – voluntariado;

 Trazer a ficha de cadastro preenchida com uma foto 3 X 4 anexada, Termo de adesão, carteira de vacinação se tiver,  cópia: RG – CPF / carteirinha do CAV e comprovante de residência; e

 Participar de conversa individual sobre suas expectativas.

 

Para mais informações, acesse o link: http://www.hc.ufpr.br/?q=voluntarios

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.