Startup lança e-book gratuito com dicas de uso das redes sociais para professores

Prestes a completar dois anos de atividade, a startup social A+ Educação acaba de lançar o E-book “20 Dicas Para Utilizar as Redes Sociais Como Ferramenta de Ensino”, voltado para professores de todo o Brasil. A iniciativa – que já teve mais de 500 downloads – marca o lançamento do novo site da A+ Educação, em uma plataforma dinâmica para inscrição de projetos criados por professores da rede pública e doações de pessoa física e jurídica.

“Fizemos esse E-book com o objetivo de apresentar formas de uso das redes sociais para tornar as aulas ainda mais interessantes. Estamos cada dia mais conectados, com novas formas de aprendizado surgindo com a tecnologia. A interação, criação e compartilhamento de conteúdos precisam ser usados a favor do aprendizado nas salas de aula”, explica Leonardo Capel, diretor da A+ Educação.

Entre as dicas apresentadas estão a criação de grupos para turmas e/ou disciplinas no Facebook, o estímulo ao compartilhamento de materiais e resumos escolares, a indicação de páginas e perfis de formadores de opinião para os alunos seguirem no Twitter, além de vídeos do Youtube que possam ser exibidos em sala de aula. “Com essas iniciativas multiplataforma, o professor saberá o que os alunos estão pensando, se aproximará das famílias e fará os alunos pensarem nos conteúdos de sala de aula mesmo estando fora dela”, pontua Capel.

O E-book está disponível para download pelo link http://amaiseducacao.rds.land/ebook-dicas-para-utilizar-as-redes-sociais-como-ferramenta-de-ensino?rdst_srcid=611768

Site em novo formato

Iniciativa de empreendedorismo social criada por três jovens curitibanos, a A+ Educação é uma organização social que promove crowdfunding (financiamento coletivo) para viabilizar projetos educacionais desenvolvidos por professores da rede pública em todo o Brasil, melhorando as práticas pedagógicas em diferentes áreas do saber. Em quase dois anos de atividade, 560 doadores já beneficiaram mais de 10,7 mil alunos.

No site www.amaiseducacao.org – relançado em novo formato – qualquer professor da rede pública pode inscrever seus projetos gratuitamente e qualquer pessoa pode doar a partir de dez reais. “Nosso objetivo esse ano é tornar os doadores recorrentes, para que possam ampliar os efeitos de sua contribuição. É preferível termos R$ 10 mensais, que possam ajudar vários projetos, a doações de R$ 100 para uma única iniciativa, por exemplo”, afirma o diretor.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.