A maioria das pessoas com asma é alérgica

A asma é uma das doenças respiratórias mais comuns, afetando cerca de 5% da população em geral (chegando a 10% em crianças). Entre 70% e 80% das pessoas que têm asma também são alérgicas.

É uma doença inflamatória crônica das vias respiratórias, que aparece como resultado da ação conjunta de fatores ambientais (ácaros da poeira, mofo, poluentes, infecção respiratória por vírus), nutricionais (excesso de peso), hormonais (menstruar em idade mais jovem) e de genes herdados dos pais que fazem com que alguns tenham mais chance de desenvolver asma (predisposição genética).

“Apesar de ser de longa duração, caracterizada por inflamação dos brônquios e hiper-reatividade deles a diversos estímulos, a asma apresenta períodos de piora (crises) e de melhora, muitas vezes sem qualquer sintoma”, comenta o Coordenador do Departamento Científico de Asma da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI), Dr. Flávio Sano.

A doença é caracterizada pelo chiado no peito, tosse e falta de ar e os especialistas a classificam como controlada ou não, e de difícil tratamento ou com pouca resposta.

Sobre a ASBAI
A Associação Brasileira de Alergia e Imunologia existe desde 1946. É uma associação sem finalidade lucrativa, de caráter científico, cujo objetivo é promover o estudo, a discussão e a divulgação de questões relacionadas à Alergologia e à Imunologia Clínica, além da concessão de Título de Especialista em Alergia Clínica e Imunologia a seus sócios, de acordo com convênio celebrado com a Associação Médica Brasileira. Atualmente, a ASBAI tem representações regionais em 21 estados brasileiros.

Serviço
Twitter: @asbai_alergia
Facebook: Asbai Alergia
www.asbai.org.br

gengibrecomunicacao@comuniquese2.com.br

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.