Últimas

Festival de Teatro Infantil Brinque apresenta Lenda do Boitatá em Curitiba

História do folclore brasileiro recebe leitura inédita com música ao vivo para contar uma história de amizade e parceria

 

A terceira peça do Festival de Teatro Infantil BrinqueFolclore do Brasil, que ocorre até julho de 2017, no Teatro Bom Jesus, conta a Lenda do Boitatá, em apresentações nos dias 20 e 21 de maio. Dirigido ao universo sensível e fértil da criança, o contexto escolhido toca em assuntos como diversidade cultural, valorização do índio, preservação da natureza, além de questões sobre necessidades especiais e inclusão. Com realização da Montenegro Produções Culturais e Ministério da Cultura, o Festival tem toda a renda revertida ao Hospital Pequeno Príncipe. Os ingressos já estão à venda no Disk Ingressos e apenas nos dias de apresentação das peças na bilheteria do teatro: os valores variam entre R$ 10 e R$ 30.

Na peça, dois personagens que evocam as culturas indígenas da América do Sul, a lhama Chan Chan e o tamanduá Puru, refugiam-se de um dilúvio e dos assombros do Boitatá num igarapé próximo à fronteira entre Brasil e Peru. Neste percurso, acabam descobrindo o vínculo da amizade e enfrentando seus medos juntos. Muitas leituras e metáforas são criadas a partir do sentido da visão e passam a ser exploradas ao longo do espetáculo. Com produção da Ruído Companhia de Teatro em parceria com Babel Companhia de Teatro, o Festival ainda apresenta “Cuca” (dias 24 e 25 de junho) e encerra com “Mula sem Cabeça” (dias 29 e 30 de julho).

Música como espetáculo –  Desde a sua primeira edição, o Festival Brinque vem sendo uma oportunidade para artistas de teatro de Curitiba revisitarem as lendas brasileiras e darem nova roupagem para essas histórias. Por uma necessidade de ambientação e criação de climas para esses espetáculos, outro segmento criativo vem se construindo: as trilhas sonoras. “Optamos por colocar a música ao vivo nas peças, e essa trilha é criada juntamente com o espetáculo, ensaio a ensaio. Às vezes surgem de trechos da dramaturgia escrita, às vezes do improviso ou de brincadeiras propostas, em outros momentos surgem de temas que queremos expressar de modo não verbal. O resultado final é uma equiparação do trabalho do ator com o do músico; nenhum é mais importante que o outro, pois a música atua e improvisa, enquanto o ator atrela sua interpretação na cadência musical”, explica Jean Carlos Sanchez, autor e diretor da peça.

No Boitatá, Marc Olaf, músico bastante habilidoso da cena curitibana e integrante da banda ‘Trombone de Frutas’,  traz seus conhecimentos com instrumentos de sopro e loopings eletrônicos. Já o talentoso Saulo Soul, que assume a direção musical dos espetáculos, por também ser ator, compreende muito bem a necessidade da música sustentar emocionalmente a cena, dando suporte para o ator. Ele é o responsável pela definição dos instrumentos e composição da maioria das letras das músicas. (Fotos: Dayana Luiza Pinheiro)

 

Serviço:

Festival de Teatro Infantil Brinque – Folclore do Brasil

Peça “Boitatá”

Data: 20 e 21 de maio (sábado e domingo)

Horário: às 16h

Tempo de espetáculo: 50 minutos

Local: Teatro Bom Jesus (Rua 24 de maio, 135 – Centro – Curitiba PR)

Valores: R$ 10 (válido para os 100 primeiros ingressos vendidos antecipadamente), R$ 15 (meia-entrada) e R$ 30 (inteira). Ingressos disponíveis na bilheteria do teatro apenas nos dias de apresentação das peças ou pelo Disk Ingressos (Loja Palladium e quiosques instalados nos shoppings Mueller e Estação ou pelo site www.diskingressos.com.br).

Informações: (41) 3315-0808/ 2105-4034

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*