Napo, um menino que não existe

Estreia para o público no próximo dia 20, às 16h, na Sala Simone Pontes, na sede da Cia. do Abração, o espetáculo para crianças de todas as idades: NAPO, UM MENINO QUE NÃO EXISTE, adaptado do livro homônimo, dirigido a crianças, do escritor e dramaturgo curitibano Edson Bueno.

A peça conta a história de Napo, um menino que através de suas descobertas, de forma lúdica e divertida, faz refletir sobre o que há de mais verdadeiro e importante na vida. Em plena Curitiba dos anos 70, cresce Napo que, com sua imaginação, transforma a vida de todos em um mundo de brincadeiras.

O autor e dramaturgo Edson Bueno comenta que começou a criar a história pensando num menino que viria ser artista. “Num primeiro momento, comecei a colocar histórias que vivenciei. O Napo começou a existir e a criar forma. Esse menino tem um olhar especial sobre a vida e sobre as pessoas”, comenta Edson Bueno.

Napo é um “piá”, que, em seus detalhes sutis, carrega a cultura curitibana, assim como carrega a sua “japona” e enfrenta o frio para ir à escola. Sonha com flores, com amores e ao mesmo tempo, com tudo o que aos outros parece IMPOSSÍVEL. Napo é uma criança que não sofreu os efeitos da globalização e da tecnologia acelerada do Século XXI.

A diretora Letícia Guimarães acrescenta que o espetáculo "Napo, um menino que não existe" vem para resgatar a memória da infância e da criança adormecida no coração de cada adulto, retratando uma infância que vem se perdendo, conforme a evolução de nossa sociedade. “Para as crianças, um encontro com seu próprio universo, para os adultos, um emocionante resgate da infância. Venha mergulhar no mundo plausível impossível e descobrir se a criança que você foi, apenas cresceu ou se perdeu no tempo e deixou de existir”, comenta a diretora.

O espetáculo foi viabilizado pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Curitiba e tem o patrocínio da Fundação Cultural de Curitiba e incentivo da COPEL.

A temporada de apresentações iniciou no dia 04 de maio, direcionadas a escolas públicas e segue até dia 28 de maio, na Sala Simone Pontes, na sede da Cia. do Abração, com duas sessões, sábados e domingos, às 16 e 18h.

 

AACA  e Cia. do Abração

O espaço cultural da Cia. do Abração comemora neste ano 16 anos de atividades, junto a AACA. A noção “teatro para todas as idades” vem sendo investigada por ambas, com o intuito de promover um teatro sem fronteiras de idades. Propor um estado que seja sensível a compreensão da arte a partir da infância.

 

Equipe Técnica

Direção: Letícia Guimarães.

Dramaturgia: Edson Bueno.

Cenografia: Blas Torres e Élio Chaves.

Iluminação: Blas Torres e Edgard Assumpção

Figurinos: Rayssa Gualberto

Fotografia e Assessoria de Imprensa: Isabelle Neri

Sonoplastia, composição e direção musical: Karla Izidro

Elenco: Edgard Assumpção, Ana Sercunvius, Leo Campos e Thaysa Lisbôa

Uma realização da AACA, em parceria com a Cia. do Abração

  

Serviço:

Napo, um menino que não existe

Apresentações: De 20/05 a 28/05/2017

Horário:  sábados e domingos às 16 e 18h

Local: Sala Simone Pontes, sede da Cia. do Abração. Rua Paulo Ildefonso Assumpção, 725 -  Bacacheri – Curitiba - PR

Ingressos: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia).

Duração: 50 minutos

Classificação indicativa: Livre. Indicado para todas as idades

 

 

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Talvez você se interesse por estes artigos

Fechar Menu