Oito dicas de estudos para os vestibulandos

Detalhes, como equilíbrio de matérias e leitura, podem ser decisivos

Os vestibulares realizados na metade do ano estão se aproximando e, segundo especialistas, as ações para garantir a vaga desejada começam bem antes das provas. É preciso estar preparado desde cedo e criar uma rotina que equilibre estudos e qualidade de vida para conseguir a tão sonhada aprovação. O mestre em educação e professor de Física do Curso Positivo, Luis Fernando Cordeiro, e a supervisora pedagógica do Sistema Positivo de Ensino, Ivane Beatriz Pasetti, apontam os principais pontos de atenção dos vestibulandos nesta fase tão importante da vida. Confira a lista abaixo:

  1. Faça simulados
    Os simulados assemelham-se muito ao conteúdo do vestibular. Geralmente, as provas refletem o desempenho que o vestibulando terá na prova oficial. Logo, é bom estar atento aos pontos fortes e fracos no simulado, para se preparar melhor. Ter uma referência antes do vestibular pode dar uma indicação dos pontos de melhoria.
  2. Preocupe-se com a nota de cada disciplina e não apenas com a geral
    Quando o estudante se preocupa apenas com o resultado total da prova, esquece de perceber em quais disciplinas ele tem mais dificuldade. É preciso equilibrar os estudos para ter um resultado satisfatório em todas as matérias, principalmente pelo risco, presente em quase todos os vestibulares, de desclassificação ao zerar uma delas.
  3. Valorize as línguas estrangeiras
    O vestibulando precisa se dedicar às disciplinas como Inglês e Espanhol, independentemente de achar que já conhece a língua o suficiente. Falar bem um idioma não significa se sair bem nas provas.
  4. Lembre das específicas
    Os alunos costumam se preparar com toda a força para a primeira fase do vestibular e acabam se esquecendo do momento mais exigente: a específica. Essa parte do processo, na maioria dos vestibulares, é discursiva e pode abordar assuntos que não são comuns à grade curricular padrão. Cabe ao vestibulando se preparar para o que o curso desejado pede.
  5. Pratique redação e tenha repertório para escrever
    A redação costuma ter um peso considerável nos processos seletivos e somente a prática leva ao bom resultado. Para isso, o vestibulando deve estar com a leitura em dia, desde livros até atualidades sociais, para escrever com propriedade sobre qualquer tema.
  6. Lembre de cuidar de si mesmo
    O vestibulando deve levar a vida como um atleta de alto nível. Comer, dormir e se exercitar adequadamente. Os exercícios físicos, inclusive, são indicados para oxigenar o cérebro e manter a saúde em dia, o que contribui para um rendimento maior nos estudos. O aluno não consegue utilizar bem a mente se esquecer do corpo.
  7. Foque nas técnicas de resolução
    Só ouvir e deixar de praticar pode ser um erro. É preciso fazer os exercícios para memorizar melhor o que foi aprendido. O momento da resolução dos exercícios é o melhor para cometer erros e errar é uma das melhores formas de aprender.
  8. Descanse antes das provas
    Na noite anterior às provas e até durante o dia, é indicado que o vestibulando relaxe e esteja com o corpo descansado. Estudar nas horas que antecedem os testes não fará grande diferença e pode, inclusive, prejudicar a performance. Fazer outras atividades, como praticar esportes, tocar um instrumento musical e passear com os amigos, ajudam a cuidar da saúde do corpo e da mente, fatores que podem ser decisivos em um momento de alta pressão, como o vestibular.

 

 

Sobre o Curso Positivo

Fundado em 1972, o Curso Positivo nasceu de um sonho de um grupo de jovens professores, apaixonados pela profissão, que se uniram por um ideal: criar um curso pré-vestibular diferente, que acompanhasse os estudantes até os dias que antecediam o vestibular – algo pioneiro no Brasil, no início da década de 70. Desde então, o Curso Positivo se estabeleceu como uma instituição de destaque, registrando, historicamente, o maior índice de aprovação nos vestibulares mais concorridos das mais importantes faculdades e universidades do Paraná, bem como excelentes resultados nos exames das principais instituições de Ensino Superior do Brasil. O Curso Positivo conta com duas sedes em Curitiba (PR) e uma em Joinville (SC) e dispõe de uma equipe de professores com grande experiência, material didático de alta qualidade para a melhor preparação e um inovador sistema de aulas dinâmicas totalmente focado na aprovação dos vestibulandos. O Curso Positivo utiliza o Sistema Positivo de Ensino, da Editora Positivo, que fornece sistemas de ensino de vanguarda para escolas públicas e particulares, atingindo atualmente mais de 2 milhões de alunos no Brasil e no Japão.

 

Sobre o Sistema Positivo de Ensino  

É o maior e mais tradicional sistema voltado ao ensino particular no Brasil. Com um projeto sempre atual e inovador, ele oferece às escolas particulares diversos recursos que abrangem alunos, professores, gestores e também a família do aluno com conteúdo diferenciado. Para os estudantes, são ofertadas atividades integradas entre o livro didático e plataformas educacionais que o auxiliam na aprendizagem. Os professores recebem propostas de trabalho pedagógico focadas em diversas disciplinas, enquanto os gestores recebem recursos de apoio para a administração escolar, incluindo cursos e ferramentas que abordam temas voltados às áreas de pedagogia, marketing, finanças e questões jurídicas. A família participa do processo de aprendizagem do aluno recebendo conteúdo específico, que contempla revistas e webconferências voltados à educação.

 

Sobre a Editora Positivo: Fundada há 37 anos, a Editora Positivo tem a missão de construir um mundo melhor por meio da educação. Tendo as boas práticas de ensino como seu DNA, a Editora especializou-se ao longo dos anos e tornou-se referência no segmento educacional, desenvolvendo livros didáticos, literatura infantil e juvenil, sistemas de ensino e dicionários. A Editora Positivo está presente em milhares de escolas públicas e particulares com os seus sistemas de ensino. Amplamente recomendados pela área pedagógica e reconhecidos pelos seus resultados, os sistemas foram criados de modo a atender a realidade de cada unidade escolar. Para a rede pública a editora disponibiliza o Sistema de Ensino Aprende Brasil. Já as escolas particulares contam com o Sistema Positivo de Ensino e com o Conquista. Cerca de 2 milhões de alunos utilizam os sistemas de ensino da Editora Positivo, em escolas públicas e particulares, no Brasil e no Japão.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.