Paranaense brilha no voleibol americano

O curitibano Victor Bervian Neves conquistou, em abril, o primeiro lugar no Men’s Volleyball National Invitational, um dos principais campeonatos de vôlei dos Estados Unidos, que engloba equipes universitárias de todo o País. O ponta da equipe masculina da University Park, vencedora do campeonato, começou a vida esportiva ainda no ensino fundamental, em Curitiba, e desde então alia estudos e esporte.

Neves conta que começou a jogar vôlei aos 12 anos, mas foi com um projeto criado pelo Colégio Positivo em 2006 que começou a se profissionalizar. No ano em que Victor estava na oitava série, a instituição passou a incentivar a entrada dos alunos no esporte. “O Positivo criou um projeto incrível apadrinhado por Mauricio Lima, levantador da seleção brasileira e campeão olímpico, e eu fui selecionado. Recebi uma bolsa de estudos da oitava série até o terceiro ano do ensino médio”, explica. O projeto de vôlei foi idealizado pelo professor Renato Ribas Vaz, diretor do Colégio na época e hoje diretor-geral do Curso Positivo.

Depois de sair do colégio, o estudante se mudou para Jaraguá do Sul (SC) e venceu duas categorias do Campeonato Catarinense em 2010. Os três anos seguintes, segundo ele, “foram de grandes mudanças”. O estudante entrou para o Circuito Banco do Brasil de Vôlei de Praia e foi campeão catarinense sub 21 duas vezes, além de conquistar o pódio também nos campeonatos adultos. Durante o tempo no vôlei de praia, o estudante fez parte de um projeto coordenado por Gilmar Nascimento Teixeira, o Kid, campeão mundial pela Seleção Brasileira de Voleibol Masculino, que o ajudou a unir as carreiras esportiva e acadêmica. “Foi aí que tive a ideia de me mudar para os Estados Unidos, onde essa união seria mais vantajosa”, conta.

Com um bom preparo acadêmico e títulos invejáveis em quadra, Victor entrou para a Park University, em Kansas City, no Missouri, em 2014. A universidade, que é conhecida pelo forte projeto no voleibol, conquistou este ano o 5º título nacional em 14 anos. Para o estudante, o caminho trilhado no Colégio e Curso Positivo foram de extrema importância para suas conquistas. “O Positivo me ajudou nas duas áreas: acadêmica, onde me deu uma base de ensino acima dos padrões, assegurando meu desempenho nos testes de proficiência em língua estrangeira e de conhecimentos gerais; e esportiva, pois tive treinadores excelentes que me colocaram em contato com técnicos dentro e fora do estado”, lembra.

Victor está no último ano do curso de graduação em Business com especialização em Marketing e Management e passa férias no Brasil até o dia 1º de junho. Para ele, que pratica inúmeros esportes além do vôlei, os exercícios físicos são fundamentais para o sucesso nos estudos. “Pretendo continuar jogando depois de graduado, nem que seja como um hobby ou, talvez, como técnico”, planeja.

Victor comemora vitória com quipe masculina da University Park
Início da carreira esportiva no Colégio Positivo
Victor também foi campeão em campeonatos de vôlei de areia

centralpress@centralpress.com.br

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.