Região Sul tem recorde de turistas estrangeiros em 2016

A cidade de Gramado (RS) foi uma das mais procuradas pelos turistas estrangeiros. Foto: Embratur

Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná receberam juntos, em 2016, mais de 2 milhões de turistas estrangeiros (2.156.894), um aumento de 8%  em relação ao ano anterior. Os dados do Anuário Estatístico do Ministério do Turismo.

Santa Catarina foi o Estado que apresentou o maior crescimento em relação a 2015. O percentual de visitantes cresceu 26%, passando de quase 150 mil para 200 mil estrangeiros. “A expectativa é continuar alcançando números expressivos de crescimento. O foco das políticas de promoção turística será para os países vizinhos. Argentina, Uruguai e Chile são os principais emissores de turistas ao estado”, enfatiza Vinicius Lummertz, presidente do o Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur).

Já , o Rio Grande do Sul foi quem mais recebeu visitantes de estrangeiros: 1.106 milhão, cerca de 100 mil a mais que em 2015. A cidade de Gramado e a Serra Gaúcha foram os destinos mais procurados pelos estrangeiros, principalmente pelos turistas argentinos.

O Paraná também comemora os números positivos. O estado recebeu 846 mil turistas internacionais em 2016, superando o saldo do ano anterior, de 758 mil. O aumento foi de 10% de fluxo. Em 2017, a tendência continua sendo de crescimento. Nos três primeiros meses desse ano, o número de visitantes no Parque das Cataratas do Iguaçu, um dos pontos turísticos mais conhecidos do estado, chegou a quase 500 mil, desse total, 220 mil foram estrangeiros.

Com resultados animadores, a Embratur anunciou que  vai continuar apostando nos investimentos de promoção turística na região. No último dia 19, o presidente Lummertz participou de um encontro com a Frente Parlamentar das bancadas dos três estados, que apresentaram o documento “O Sul é Meu Destino”, um plano estratégico que prevê ações em conjunto para popularizar os atrativos da região e impulsionar a ida de visitantes.

“A região sul tem um enorme potencial turístico e já é um destino bastante procurado por turistas de países vizinhos. Vamos trabalhar de forma integrada com os estados para aumentar essa capacidade produtiva do turismo. É importante buscar ofertas de produtos e serviços segmentados que valorizem a comercialização dos roteiros de cada estado”, declarou Lummertz.

Lummertz destacou ainda que uma equipe técnica da Embratur e do Ministério do Turismo está acompanhando a elaboração do projeto de divulgação em parceria com os estados e que Foz do Iguaçu (PR), Gramado (RS), Florianópolis e Balneário Camboriú (SC) serão as cidades com prioridade na divulgação para o desenvolvimento do Turismo na região.

Iniciativas nos estados

Depois do encontro em Brasília, representantes da Paraná Turismo, da Santur (Santa Catarina Turismo), do Conselho Catarinense de Turismo e da secretaria de turismo do Rio Grande do sul participaram de uma reunião, em Santa Catarina , na quarta-feira (26), para definir a minuta do documento “O Sul é seu destino” e as estratégias que serão implementadas por cada estado. O objetivo é unir agentes públicos, empresários do turismo da região sul, Ministério do Turismo e Embratur para elaborar um calendário de promoção turística para o divulgar o turismo na região sul.

 

<ascom@embratur.gov.br>

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.