Residencial ÍCARO terá selo Green Building de sustentabilidade

Evento na última quinta-feira (18) apresentou os benefícios que o selo promoverá ao meio ambiente e aos moradores. O empreendimento será o primeiro residencial de Curitiba a ser certificado integralmente nos conceitos de sustentabilidade

Fachada ÍCARO. Foto: Divulgação

O residencial ÍCARO, empreendimento da AG7 que segue em construção pela EBR Engenharia, no bairro Cabral em Curitiba, iniciou o processo para a Certificação Green Building Council (GBC) Brasil Casa, na categoria gold, e desponta como uma construção sustentável e inovadora. Isso será possível, pois o edifício terá maior eficiência energética, apostando na redução do consumo de energia, gás, ar condicionado e água; além de maior durabilidade e qualidade dos materiais empregados, garantindo mais conforto aos moradores e visitantes.

O consultor em sustentabilidade Matheus Forte. Foto: Fernanda Santos

“O ÍCARO será o primeiro empreendimento residencial curitibano a ser certificado integralmente nos conceitos de sustentabilidade, tanto nas áreas comuns como nos apartamentos”, revela o consultor em sustentabilidade e diretor da empresa Forte Soluções Ambientais & Sustentabilidade, Matheus Forte.

Em evento de apresentação do selo, na última quinta-feira (18), o diretor do Green Building Council, Felipe Faria, falou sobre a importância da construção sustentável, como o ÍCARO, nos cenários econômico, ambiental e social. “O consumidor que adquire uma residência sustentável faz uma compra segura, pois esse tipo de construção diminui o risco no investimento, ao mesmo tempo em que promove um baixo custo operacional para o proprietário”, explica Faria.

O diretor ainda destaca a melhora na qualidade de vida de quem investe na sustentabilidade. “Estudos do Green Building Council mostram que passamos 90% do tempo em ambientes internos e que melhorias no ambiente, como adequação da iluminação e qualidade do ar podem aumentar de 8% a 11% a produtividade dos habitantes”, afirma. As melhorias citadas por Faria fazem parte das construções certificadas pelo Green Building Council.

O consultor em sustentabilidade Matheus Forte, que também esteve presente no evento, ressaltou a questão do bem-estar e satisfação promovidos aos moradores de construções sustentáveis. “Existem restrições a metais pesados e a outros produtos químicos nocivos à saúde em construções certificadas”, detalha Matheus. Ele ressalta que edificações desse tipo preservam o meio ambiente reduzindo custos com água e energia, promovendo uma gestão construtiva responsável. “O ÍCARO, por exemplo, passa por análises de conforto e saúde e validação de resultados, para garantir ao consumidor que o empreendimento é aquilo que ele espera”, garante.

O consultor em sustentabilidade Matheus Forte, a arquiteta da AG7 Jéssica Custódio, a arquiteta do Green Building Council Brasil, Agatha de Carvalho e o diretor do Green Building Council Brasil, Felipe Faria. Foto: Fernanda Santos

FATORES DE ECONOMIA           

Entre os fatores que possibilitarão uma redução considerável nas despesas do residencial ÍCARO está a área comum, que irá consumir 34% menos energia, se comparado a um edifício padrão – a iluminação natural é um dos grandes influenciadores dessa economia.

A arquiteta da AG7, Jéssica Custódio. Foto: Fernanda Santos

Outro destaque é o conforto térmico das casas suspensas, que serão, em média, 2ºC mais frescas no verão e 2ºC mais quentes no inverno, sem o uso de qualquer equipamento de aquecimento ou resfriamento.

O ÍCARO também irá consumir 13% menos água, se comparado a um edifício padrão, sendo que esse número sobe para 24% se somente as áreas comuns forem levadas em consideração. O empreendimento ainda irá contar com energia elétrica gerada a partir de placas fotovoltaicas, instaladas nas superfícies de cada torre, responsáveis pela geração de energia para abastecer 15% do consumo das áreas comuns.

Sobre o Residencial ÍCARO

O residencial adota o conceito de casas suspensas e a valorização das áreas verdes, que ladeiam os edifícios em toda a sua altura, em uma arquitetura plenamente integrada ao paisagismo. No terreno de 4 mil m2, o espaço é um conceito-chave, assim como a incidência de sol nos apartamentos e a privacidade de cada unidade. “O ÍCARO foi projetado para oferecer a máxima qualidade de vida aos moradores, por isso seus apartamentos se aproximam muito, pelo espaço e pela distribuição, do projeto de casas. São verdadeiras casas suspensas. Dentro desse conceito, as plantas das unidades são quadradas, com terraços muito grandes, realçando esta proposição inovadora”, detalha Alfredo Gulin Neto. “O residencial ÍCARO já nasce um marco para a arquitetura contemporânea curitibana”, define o empresário. 

Sobre a AG7

Acreditando que várias cabeças juntas pensam melhor, a AG7 trabalha de maneira holística, integrando diversas áreas para buscar o melhor resultado. Fundada em 2011, por Alfredo Gulin Filho e Alfredo Gulin Neto, a empresa é uma holding de negócios imobiliários. Com uma equipe que soma mais de 40 anos de mercado, a AG7 já entregou mais de 50 edifícios, totalizando 500 mil m² em áreas construídas em Curitiba. Esse time talentoso oferece ao mercado serviços de inteligência imobiliária completos, full service real estate developer. A AG7 participa de todas as etapas do processo de incorporação, desde a compra do terreno, passando pelo desenvolvimento dos produtos, aprovação de projetos, gestão da incorporação, lançamento, até a entrega das chaves. Isso, sem abrir mão do contato constante com seus projetistas, evitando contratempos e fomentando a integração necessária para um projeto perfeito.

Informações para a imprensa:

Mcomm Comunicação Dirigida

Fone/Fax: (41) 3343-9800

Marcus Contin DRT/PR 3838

Dayane Saleh

e-mail: marcus@mcommdigital.com.br

e-mail: dayane@mcommdigital.com.br

Acesse: www.mcommdigital.com.br

Facebook: https://www.facebook.com/mcommcomunicacao
Instagram: @mcommcomunicacao

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.