Sistema de contenção de cheias nos empreendimentos é uma das novas exigências legais do Novo Plano Diretor de São José dos Pinhais

Edifício Valparaíso, em São José dos Pinhais

Com o novo Plano Diretor de São José dos Pinhais (PR), o Código de Obras e Edificações do município passou a exigir, dentre outros elementos, a incorporação de um sistema de contenção de enchentes em projetos de construção civil. As regras foram bem recebidas pelas empresas do setor, comprometidas e se enquadrando às mudanças. Da mesma forma, as recentes medidas são obrigatórias e a construtora que não se adaptar corre o risco de não obter o Alvará de Construção, concedido pela Secretaria Municipal de Obras.

Rafael Henrique Rosa, sócio da ATR Incorporadora, com sede na cidade, afirma que as modificações são importantes e atendem aspectos sociais e ambientais. Um deles é a obrigatoriedade de um sistema de contenção de cheias, mecanismo fundamental para evitar os frequentes alagamentos, que passaram a ser realidade no município após fortes chuvas.  O primeiro empreendimento projetado pela ATR Incorporadora a contemplar essa exigência é o Edifício Valparaíso, no bairro Afonso Pena.

Todos os cálculos e execução do sistema de contenção de cheias estarão agregados ao preço final da obra. “Cabe à empresa deixar claro ao cliente que a retenção e detenção de águas da chuva atende às determinações legais da Prefeitura Municipal e tem inúmeras vantagens. Além disso, as novas exigências elevam a qualidade das obras e também a qualidade urbanística da cidade”, conclui Rafael Rosa.

Sobre a ATR Incorporadora –

A ATR Incorporadora é especializada na gestão da qualidade, seleção de propriedades, gerenciamento de projetos, vendas e marketing no setor da construção civil.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.