Último fim de semana do Festival Drink Good Coffee tem cafés gelados, releituras de clássicos e drinks autorais

Café com jambu, uma fruta típica do norte do país, releituras do clássico pingado brasileiro, e preparos assinados por baristas estão entre os 57 preparos especiais servidos durante o Festival Drink Good Coffee, que começou no último dia 6 de maio e termina neste domingo (21), em Curitiba. Ao todo são 19 cafeterias participando do evento, que tem como objetivo fomentar o consumo de bebidas preparadas apenas com cafés especiais nacionais.

Segundo  Felipe Waltrick, organizador do festival, “o evento é uma oportunidade para reunir os amigos, conhecer novos lugares e apreciar diferentes opções de preparos que o café pode oferecer”. Entre eles, os destacados no começo desta reportagem são alguns dos imperdíveis nesta edição do evento. Por exemplo, o Espresso com Jambu leva a fruta típica do norte do Brasil e é preparado pelo Koffeine Café.

Outro pensado especialmente para o Festival Drink Good Coffee é a releitura do nosso clássico pingado, o Ararinha Laranja. Este é preparado pelo barista Daniel Munari, do Argenta Coffee Studio, pelo método Aeropress com leite cremoso e um toque de laranja.

Há ainda alguns coquetéis preparados com café, como o “Miguel Godfather”, da cafeteria São Miguel. Leva Jack Daniels, doppio ristretto, leite condensado e biscoito recheado de baunilha. Outro é o Caffe Delizie Galliano, do Smile Town. Leva café espresso aromático com especiarias e licores com base no licor italiano Galliano.

E os preparados com café gelado de longa extração, como o Fresh Tupi Punch, da Cookie Stories. Leva o chamado ‘cold brew’ com limão, rum e calda de baunilha. Outro frio é o Cold brew com cáscara do café, do Supernova Coffee & Roasters.

Todas as bebidas participantes foram pensadas sob um único tema: o Barista. Assim é chamado o profissional que as prepara nas cafeterias, o que acabou sendo uma homenagem a ele. O desafio das cafeterias participantes foi criar um menu especial inspirado nas competições de baristas, onde o profissional apresenta três bebidas para um grupo de juízes.

Cada cafeteria oferece um menu com três opções: um Espresso ou café coado, com a indicação da origem do grão e do método usado, um Cappuccino ou suas variações que usem leite no preparo (macchiatto, latte ou mocha), e um Drink de Assinatura, podendo ou não ser alcoólico.

Além dos cafés, também são realizados quatro workshops neste último fim de semana. O primeiro deles, ainda nesta sexta-feira, ensina os dez passos para abrir a sua própria cafeteria. A empreendedora Ana Argenta vai falar sobre o que você precisa ter e fazer para empreender na área. É às 16h no Argenta Coffee Studio (Al. Dr. Carlos de Carvalho, 603 – loja 8, Centro), e as inscrições são gratuitas.

Já os outros cursos são no sábado. Às 9h, a oficina de café filtrado vai mostrar como funcionam os métodos clássicos: a prensa francesa, a italiana e o coador de pano. Será no Supernova, na Rua Coronel Dulcídio, 544, Batel (R$ 90 por pessoa). Depois, às 11h, será ministrado um workshop para ensinar a preparar drinks com café, no Café com Bolachas. As inscrições são gratuitas na Rua Amintas de Barros, 270 – loja 6, Alto da XV. E o outro ensinará a fazer um café perfeito em casa, na cafeteria Smile Town às 15h. Custa R$ 15 na Rua Dr. Pedrosa, 116 – loja 2, Centro.

O Festival Drink Good Coffee vai até domingo (21), e cardápio completo dos cafés preparados com as palestras e workshops ministrados estão disponíveis no site www.drinkgoodcoffee.com.br.

guigrandi@gmail.com

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.