Vertedouro aberto: Espetáculo das águas está de volta à Itaipu

Depois de mais de seis meses fechado ininterruptamente, o vertedouro da hidrelétrica, na fronteira do Brasil com o Paraguai, abriu na madrugada deste domingo, 21. Para a alegria dos turistas, o espetáculo das águas deve continuar até quarta-feira, 24. O vertimento ocorre quando sobra água para a geração de energia.

A abertura do vertedouro se deve às chuvas registradas na região do reservatório. O vertimento, por volta das 12h30, era de 1.414 metros cúbicos de água por segundo, o equivalente à vazão média, em período de cheia, das Cataratas do Iguaçu. O atrativo do Rio Iguaçu desagua no Rio Paraná, onde está instalada a usina.

A Itaipu opera normalmente na cota 219,70 metros acima do nível do mar. A variação normal oscila entre 218,30 a 220,30 metros . Acima desse valor, geralmente há vertimento. A produção se mantém em alta para um domingo, com geração entre 10 mil e 11 milhões de megawatts.

Produção
Desde o início do ano, Itaipu já produziu até às 13h deste domingo, 37.896.021 milhões de megawatts-hora (MWh) ante 40.102.198 MWh em 2016, o melhor ano operacional da usina, quando Itaipu superou 100 milhões de MWh e bateu recorde mundial de 103 milhões de MWh.

Esse volume atenderia o consumo de eletricidade do Brasil por um mês e do Paraguai, por dois anos e meio. No ano passado, a empresa respondeu por 17% do consumo de Energia elétrica do mercado Brasileiro e 76% do Paraguaio.

<imprensa.itaipu@cliptime.com.br>

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.