7 dicas para se ter uma boa noite de sono

Para alguns, a hora de dormir é o melhor momento do dia. Para outros, deitar na cama e conseguir “pegar no sono” acaba sendo um martírio. Mas os médicos alertam: uma noite de sono mal dormida gera muitos prejuízos para a saúde, entre eles déficit de atenção e memória, e o aumento do risco de obesidade e diabetes.Veja também:
:: Qual a diferença entre ronco e apneia?
:: Perda auditiva também afeta os mais jovens
:: Qual a diferença entre rinite e sinusite?
:: Por que espirramos?

“Ter um sono de qualidade é fundamental na recuperação das energias para o cotidiano, no equilíbrio metabólico e no desenvolvimento físico e mental”, afirma o otorrinolaringologista Lucas Azeredo Zambon, da Otorrinos Curitiba.

E é bom cuidar do nosso sagrado momento de descanso. Pesquisas mostram que os distúrbios do sono já atingem 45% da população mundial. Problemas de saúde como hipertensão arterial sistêmica, infarto agudo do miocárdio, acidente vascular encefálico, diabetes mellitus, depressão, obesidade, acidentes laborais e no trânsito, entre outros, são algumas das consequências de doenças obstrutivas do sono.

Dicas para uma boa noite de sono

Um termo usado com bastante frequência é a tal da higiene no sono, que pode ser entendido como bons hábitos para aumentar a qualidade do sono, a fim de restaurar e descansar o organismo para o dia seguinte. O doutor Lucas listou 7 dicas fundamentais para começar a fazer essa ‘higiene’ e conseguir descansar o corpo e a mente:

1 – Rotina: é importante manter uma rotina de horários para iniciar o sono e para acordar, mesmo aos fins de semana;

2 – Horas de sono: a quantidade de sono que um adulto necessita diariamente é, em média, entre 7 a 9 horas;

3 – Alimentação: procure fazer refeições mais leves à noite. Evite, ainda, a ingestão de álcool e bebidas com cafeína (café, chá e outros refrigerantes) a partir do final da tarde;

4 – Atividades físicas: faça atividade física regularmente, porém evite a prática dela próxima ao horário de dormir;

5 – Cigarro: não fume – a nicotina é um excitante e pode prejudicar a qualidade do sono;

6 – Ambiente: crie no quarto condições propícias ao repouso, com uma temperatura adequada, pouca luz e sem ruídos. O quarto não deve ser utilizado para ver televisão ou trabalhar ao computador, sobretudo nas duas horas que antecedem a hora de dormir;

7 – Medicamentos: alguns medicamentos podem interferir na qualidade do sono, entretanto cabe ao médico individualizar cada caso.

E o cochilo à tarde, pode?

Estudos indicam que fazer breves cochilos durante o dia, principalmente depois do almoço, podem trazer benefícios cognitivos, entre eles, melhorias no estado geral de atenção e no processo de consolidação da memória, por exemplo. Mas nada vai substituir o sono ‘tradicional’. “As sonecas nunca serão tão benéficas quanto uma boa noite de sono”, lembra o otorrino.

Identificando problemas no sono

Há uma excelente ferramenta para se identificar algumas doenças do sono que é a polissonografia, realizada na Otorrinos Curitiba. Para a apneia, por exemplo, há vários tratamentos, desde a mudança nos hábitos de vida, como parar de fumar e o início da prática de atividades físicas, o uso de medicamentos, cirurgias e até a utilização do CPAP, aparelho que previne a obstrução da via aérea superior durante o sono, ajudando o paciente a dormir melhor.

Quanto mais cedo for tratado o problema, maior qualidade de vida o paciente terá. “Uma boa noite de sono ajuda a diminuir o estresse, melhora o humor e o raciocínio”, finaliza o especialista.

Sobre dr. Lucas Azeredo Zambon

Lucas Azeredo Zambon é formado em Medicina pela Universidade de Ribeirão Preto (SP), com especialização em otorrinolaringologia no Hospital e Maternidade Celso Pierro (PUC Campinas). É membro da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial (ABOR-CCF) e médico assistente da especialização em Otorrinolaringologia do Hospital Cruz Vermelha –  Filial Paraná.

Sobre a Otorrinos Curitiba

A Otorrinos Curitiba é a mais nova referência no atendimento da área de otorrinolaringologia da capital paranaense. Inaugurada em setembro de 2015 no bairro Mercês, a clínica possui estrutura moderna, excelente localização, tecnologia de ponta e profissionais altamente renomados para oferecer o melhor atendimento aos pacientes.

A Otorrinos Curitiba possui horário de atendimento diferenciado: de segunda a sexta, das 8h às 22h, e aos sábados, das 9h às 20h. Para maior comodidade dos pacientes, possui estacionamento no local.

A clínica atende aos seguintes convênios: Unimed, Amil Assistência Saúde, Bradesco Saúde, Copel, Cassi, Evangélico Saúde, Mediprev, Sanepar, Saúde Caixa, Sinam, SulAmerica e Voam.

Serviço:

Rua Doutor Roberto Barrozo, 1381, 1º andar – Mercês

Telefone: (41) 3335-0302 / 3336-9640 / 3339-4084

Site: www.otorrinoscuritiba.com.br

1 Comentário

  1. Esses bons hábitos ou higiene do sono, são bem simples e com certeza faz diferença ao começar aplicar em nosso cotidiano antes de dormir.
    A maioria das pessoas não enxergam o mal que insônia pode causar, a negligência da sua gravidade, por ser algo frequente na maioria das pessoas, nós confundimos com um problema sem importância, ocasionado devido ao estresse, ritmo do trabalho, estudos, etc.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.