7 dicas para se ter uma boa noite de sono

Para alguns, a hora de dormir é o melhor momento do dia. Para outros, deitar na cama e conseguir “pegar no sono” acaba sendo um martírio. Mas os médicos alertam: uma noite de sono mal dormida gera muitos prejuízos para a saúde, entre eles déficit de atenção e memória, e o aumento do risco de obesidade e diabetes.Veja também:
:: Qual a diferença entre ronco e apneia?
:: Perda auditiva também afeta os mais jovens
:: Qual a diferença entre rinite e sinusite?
:: Por que espirramos?

“Ter um sono de qualidade é fundamental na recuperação das energias para o cotidiano, no equilíbrio metabólico e no desenvolvimento físico e mental”, afirma o otorrinolaringologista Lucas Azeredo Zambon, da Otorrinos Curitiba.

E é bom cuidar do nosso sagrado momento de descanso. Pesquisas mostram que os distúrbios do sono já atingem 45% da população mundial. Problemas de saúde como hipertensão arterial sistêmica, infarto agudo do miocárdio, acidente vascular encefálico, diabetes mellitus, depressão, obesidade, acidentes laborais e no trânsito, entre outros, são algumas das consequências de doenças obstrutivas do sono.

Dicas para uma boa noite de sono

Um termo usado com bastante frequência é a tal da higiene no sono, que pode ser entendido como bons hábitos para aumentar a qualidade do sono, a fim de restaurar e descansar o organismo para o dia seguinte. O doutor Lucas listou 7 dicas fundamentais para começar a fazer essa ‘higiene’ e conseguir descansar o corpo e a mente:

1 – Rotina: é importante manter uma rotina de horários para iniciar o sono e para acordar, mesmo aos fins de semana;

2 – Horas de sono: a quantidade de sono que um adulto necessita diariamente é, em média, entre 7 a 9 horas;

3 – Alimentação: procure fazer refeições mais leves à noite. Evite, ainda, a ingestão de álcool e bebidas com cafeína (café, chá e outros refrigerantes) a partir do final da tarde;

4 – Atividades físicas: faça atividade física regularmente, porém evite a prática dela próxima ao horário de dormir;

5 – Cigarro: não fume – a nicotina é um excitante e pode prejudicar a qualidade do sono;

6 – Ambiente: crie no quarto condições propícias ao repouso, com uma temperatura adequada, pouca luz e sem ruídos. O quarto não deve ser utilizado para ver televisão ou trabalhar ao computador, sobretudo nas duas horas que antecedem a hora de dormir;

7 – Medicamentos: alguns medicamentos podem interferir na qualidade do sono, entretanto cabe ao médico individualizar cada caso.

E o cochilo à tarde, pode?

Estudos indicam que fazer breves cochilos durante o dia, principalmente depois do almoço, podem trazer benefícios cognitivos, entre eles, melhorias no estado geral de atenção e no processo de consolidação da memória, por exemplo. Mas nada vai substituir o sono ‘tradicional’. “As sonecas nunca serão tão benéficas quanto uma boa noite de sono”, lembra o otorrino.

Identificando problemas no sono

Há uma excelente ferramenta para se identificar algumas doenças do sono que é a polissonografia, realizada na Otorrinos Curitiba. Para a apneia, por exemplo, há vários tratamentos, desde a mudança nos hábitos de vida, como parar de fumar e o início da prática de atividades físicas, o uso de medicamentos, cirurgias e até a utilização do CPAP, aparelho que previne a obstrução da via aérea superior durante o sono, ajudando o paciente a dormir melhor.

Quanto mais cedo for tratado o problema, maior qualidade de vida o paciente terá. “Uma boa noite de sono ajuda a diminuir o estresse, melhora o humor e o raciocínio”, finaliza o especialista.

Sobre dr. Lucas Azeredo Zambon

Lucas Azeredo Zambon é formado em Medicina pela Universidade de Ribeirão Preto (SP), com especialização em otorrinolaringologia no Hospital e Maternidade Celso Pierro (PUC Campinas). É membro da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial (ABOR-CCF) e médico assistente da especialização em Otorrinolaringologia do Hospital Cruz Vermelha –  Filial Paraná.

Sobre a Otorrinos Curitiba

A Otorrinos Curitiba é a mais nova referência no atendimento da área de otorrinolaringologia da capital paranaense. Inaugurada em setembro de 2015 no bairro Mercês, a clínica possui estrutura moderna, excelente localização, tecnologia de ponta e profissionais altamente renomados para oferecer o melhor atendimento aos pacientes.

A Otorrinos Curitiba possui horário de atendimento diferenciado: de segunda a sexta, das 8h às 22h, e aos sábados, das 9h às 20h. Para maior comodidade dos pacientes, possui estacionamento no local.

A clínica atende aos seguintes convênios: Unimed, Amil Assistência Saúde, Bradesco Saúde, Copel, Cassi, Evangélico Saúde, Mediprev, Sanepar, Saúde Caixa, Sinam, SulAmerica e Voam.

Serviço:

Rua Doutor Roberto Barrozo, 1381, 1º andar – Mercês

Telefone: (41) 3335-0302 / 3336-9640 / 3339-4084

Site: www.otorrinoscuritiba.com.br

2 Comentário

  1. Esses bons hábitos ou higiene do sono, são bem simples e com certeza faz diferença ao começar aplicar em nosso cotidiano antes de dormir.
    A maioria das pessoas não enxergam o mal que insônia pode causar, a negligência da sua gravidade, por ser algo frequente na maioria das pessoas, nós confundimos com um problema sem importância, ocasionado devido ao estresse, ritmo do trabalho, estudos, etc.

  2. O ideal para tratar a insônia é procurar um médico mesmo, penso que cada pessoa tem um modo de lidar com a insônia. Algumas técnicas para te ruma boa noite de sono vão funcionar com uns, e outras tecnicas vão funcionar com outros.

    Além do que nessa crise no Brasil é realmente difícil conseguir dormir!

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.




This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.