Broadway in Concert lota o Guairão e emociona do começo ao fim do espetáculo

Mais de 80 pessoas no palco. Vinte números dos mais famosos musicais da Broadway. O espetáculo Broadway in Concert deixou o público, que lotou o Guairão na noite do último sábado, simplesmente boquiaberto. Não por menos. Sob direção geral de Kika Marquardt, a Orquestra Filarmônica de Curitiba junto com cantores e dançarinos da escola Projeto Broadway fez uma apresentação de tirar o fôlego. Foram 90 minutos de arrepiar dos pés à cabeça.

Tudo começou com Um Americano em Paris, sob o comando do maestro Alexandre Brasolin que além de conduzir a orquestra também assinou a direção musical. Depois veio Aquarius – Let The Sun Shine In – Hair com Bárbara Miranda e solistas que rapidamente mostraram que o que estava por vir seria muito especial. A sequência de números regados ora à orquestra como Um Violinista no Telhado; ora ao som de piano com solistas como Débora Bérgamo que arrancou suspiros cantando A Noviça Rebelde; ora, ainda, com performances à frente e ao fundo da orquestra como em Jesus Christ Superstar com solo de Marco Lacerda, foram fazendo a intensidade dos aplausos aumentar gradativamente. Nesse último e também em Chicago, quando Thais Lopes surpreendeu ao lado de dançarinas que deram um show de sensualidade, pôde-se ver a maestria da direção de coreografia assinada por Giovana Póvoas. O ensemble dispensa comentários, foi a energia aflorada do evento. O que dizer do show de sapateado de Hélio Barbosa em Cantando na Chuva ou de Ricardo Bührer em New York, New York. Ambos fabulosos.

Foi um verdadeiro show de música, canto e dança. Teve ainda A Bela e a Fera, com Sandra Ávila e Não Chores por Mim Argentina – Evita com Anna Preto. A iluminação também chamou a atenção, além do conjunto de delicadas animações que completou a apresentação que fechou com Dancing Queen – Mamma Mia que só foi tocada três vezes a pedido do público. Agora é esperar a próxima surpresa do Observatório das Artes que tem nos brindado com seus pontuais espetáculos. Só em 2017, produziu Fantasia, com animações da Disney; Cinema in Concert com as trilhas sonoras dos mais famosos filmes nacionais e internacionais e Clássicos da TV, que reuniu aberturas de seriados. O que está por vir pode ser acompanhado na página da OFC no Facebook @orquestrafilarmonicadecuritiba

 

Crédito de fotos: Rodrigo Félix

imprensa@lojadenoticias.com.br