Curitiba volta a ter equipe feminina de vôlei

Um projeto apadrinhado por dois grandes esportistas de Curitiba. Que têm no DNA a paixão pelo esporte. É assim que nasce o MADERO CWB, única equipe feminina profissional de vôlei de Curitiba, que será apresentada oficialmente nesta sexta-feira (30). Por trás da iniciativa, a ex-tenista Gisele Miró e o ex-jogador, campeão olímpico de vôlei, Giba.

A meta dos dois é resgatar a paixão do curitibano pelo vôlei, esporte que teve seus tempos áureos na cidade há mais de uma década. “É um grande desafio. Quero muito ver o vôlei feminino que fez tanto sucesso na época do Rexona de volta a Curitiba. Com o Giba como padrinho e o empenho das atletas e comissão técnica temos a oportunidade de realizar este sonho”, diz Gisele. “Curitiba respira vôlei, sempre foi assim. A cidade tem um potencial muito grande, mas que não era explorado”, ressalta Giba.

A equipe foi montada com foco principal na disputa da Taça Ouro, que acontece nos dias 2, 3 e 5 de agosto, no ginásio do Sesi, em Santo André. A competição garante ao campeão a única vaga ainda em jogo na Superliga. As partidas serão na casa dos adversários, outros dois times paulistas – Renata Valinhos Country e Sesi SP. “O período de preparação é curto, mas estamos com um time muito bom, focado nesse objetivo e que vem se fortalecendo dia após dia”, diz Clésio Prado, técnico da equipe e que também começou a carreira em Curitiba.

O MADERO CWB é formado por 15 atletas, sendo que nove delas estavam jogando fora do Brasil. No elenco constam nomes como Valeskinha e a levantadora Fernandinha – duas medalhistas de ouro olímpicas. A assistência técnica será de Tatiana Ribas, que já trabalhou com Bernardinho e vem comandando os treinos em dois turnos com as meninas, de segunda a sábado. Outro nome de peso na comissão técnica é o do médico Álvaro Chamecki, que possui ampla experiência no esporte.

A mobilização em torno do projeto uniu iniciativa pública e privada da capital. “O Madero nasceu em Curitiba e temos paixão por essa cidade. Por isso, apoiamos o projeto para que a cidade volte à elite do vôlei nacional”, diz Junior Durski, chef e presidente da rede de restaurantes Madero. A ideia é que a relação entre o time e a cidade seja cada vez mais próxima, com ações sociais e outros projetos comunitários. “Queremos trazer para Curitiba essa mentalidade que se vê muito na Europa de a cidade participar e perceber que pode também usufruir de uma iniciativa como essa”, completa Giba. “Espero que seja um projeto com vida longa e que, a partir desta iniciativa, as portas do vôlei se abram para as novas gerações”, finaliza Gisele.

Além do Madero, o time conta com outros patrocinadores, como Copel Telecom e Ueg, e apoio do Círculo Militar do Paraná, Universidade Tuiuti do Paraná, Zebra, Imobiliária Prates, L´Equipe, Clínica de Ortopedia Artro, Woods, Bourbon Convention Hotel, Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Juventude e Secretaria de Estado do Esporte e Turismo do Governo do Paraná.

Confira quem está no MADERO CWB:

Atletas
Fernandinha
Valeskinha
Thayná
Mari Brito
Bru Silva
Maiara Basso
Ana Luiza
Ma Portuga
Mari Aquino
Fernanda Guimarães
Dani
Mariana
Verônica
Fofinha

Comissão técnica
Clésio Prado – técnico
Tatiana Ribas – assistência técnica
André Corrêa – estatística
Guilherme Braga – preparador físico
Álvaro Chamecki – médico

Meta do MADERO CWB é resgatar a paixão do curitibano pelo vôlei Créditos: Valterci Santos
O time tem comando técnico de Clésio Prado e é apadrinhado pelos esportistas Gisele Miró e Giba Créditos: Valterci Santos

(centralpress@centralpress.inf.br)