Estudantes se unem para transformar a cidade em que vivem

Projetos que reforçam o senso de cidadania mostram como a escola pode se tornar agente transformador do meio em que está inserida

 

Dividir a responsabilidade com o poder público para transformar a cidade. Foi assim que alunos e professores de uma escola no interior do estado decidiram que fariam a diferença e ajudariam São Roque de Minas a superar o passado. Com a população do pequeno município encolhendo de forma dramática, a cidade viveu, décadas atrás, um período de estagnação econômica e social. Para mudar isso, moradores montaram uma cooperativa. Surgia aí a semente do Instituto Ellos de Educação, uma escola que, desde a sua criação, investe na formação de alunos comprometidos com a comunidade. Valores como ética, liderança, organização e solidariedade são trabalhados rotineiramente, de maneira interdisciplinar.

Cidadania é a palavra chave. Desde o ano passado, alguns projetos desenvolvidos pela escola estão fazendo os estudantes se sentirem parte importante da história do município. Esse senso de pertencimento está tornando os alunos protagonistas de uma história de superação. Sob a supervisão de professores, eles foram para as ruas mapear as áreas que mereciam mais atenção do governo municipal. Terrenos com mato alto, lixo acumulado, cenário de abandono, os pontos críticos foram listados e entregues para a prefeitura. Paralelo a isso, os estudantes promoveram uma campanha para conscientizar a população que a conservação do espaço público é responsabilidade de todos. E ainda arrecadaram dinheiro para a compra de lixeiras que foram instaladas pela cidade.

“Os projetos visam a resultados de médio e longo prazos, que gerem uma mudança de comportamento na população, a fim de garantir a limpeza e a organização da cidade”, afirma a diretora da escola, Maria José de Faria Leite. “Com o trabalho realizado pelos estudantes, estamos despertando nas pessoas o orgulho de morar em São Roque de Minas, além de resgatar o convívio entre as gerações e promover maior integração entre a comunidade”, completa a diretora.

Trabalhar valores como comprometimento com o meio em que se vive é fundamental para que a escola cumpra com seu papel formador de cidadãos conscientes e colaborativos. O Instituto Ellos de Educação é uma das escolas participantes do “Um Dia Positivo!”, realizado nesta sexta-feira, 23, em Belo Horizonte. O evento reúne representantes das instituições conveniadas ao Sistema Positivo de Ensino, com o objetivo de discutir o futuro da educação, promovendo a formação e a troca de experiências, integrando ações e apresentando as inovações desenvolvidas pela Editora para o universo escolar.

Programação do evento

O evento “Um Dia Positivo!” reúne mais de 900 participantes, entre gestores e docentes. De acordo com o diretor-geral da Editora Positivo, Emerson dos Santos, “muito mais que oferecer um ensino associado às novas tecnologias, é preciso preparar o aluno não apenas para a aprendizagem das disciplinas, mas trabalhar conteúdos que lhe sejam significativos e façam parte da sua realidade. Aos gestores, cabe também uma nova visão de administrar e se relacionar com seus públicos, entendendo, acompanhando e se antecipando a possíveis necessidades”.

Além das perspectivas e cenários da educação, abordados por Emerson Santos, o encontro recebe palestrantes como o consultor Max Gehringer, que fala sobre gerenciamento de mudanças, e a advogada e especialista em Direito Digital, Andréia Santos, que aborda a segurança cibernética e o papel da escola na era digital. Também estão previstos debates sobre reputação e gerenciamento de crises, com Priscila Padilha; a importância do bilinguismo na escola, com Luiz Fernando Schibelbain, e a formação de preços e custos nas escolas, com Marco Aurelio Pitta.

Enquanto os gestores escolares participam de programação no Actuall Hotel, em Contagem, os docentes participam de formação específica na Faculdade IBS – Fundação Getúlio Vargas, no bairro Ipiranga, em Belo Horizonte. Além desta, estão previstas outras 19 edições do “Um Dia Positivo!”, a serem realizadas no Rio de Janeiro, Florianópolis, Porto Alegre, Curitiba, Brasília, Cuiabá, São Paulo, Belém, Campinas, Ribeirão Preto, Fortaleza, Recife e Manaus.

Serviço: Um Dia Positivo!

Data: 23/06, das 8h30 às 18h

Local:

– Programação para gestores: Actuall Hotel, Rodovia BR-381, nº 3443, Jardim Riacho das Pedras, em Contagem.

– Programação para docentes: Faculdade IBS – Fundação Getúlio Vargas, Av. Prudente de Morais, 444, Ipiranga, Belo Horizonte.

Sobre o Sistema Positivo de Ensino  

É o maior e mais tradicional sistema voltado ao ensino particular no Brasil. Com um projeto sempre atual e inovador, ele oferece às escolas particulares diversos recursos que abrangem alunos, professores, gestores e também a família do aluno com conteúdo diferenciado. Para os estudantes, são ofertadas atividades integradas entre o livro didático e plataformas educacionais que o auxiliam na aprendizagem. Os professores recebem propostas de trabalho pedagógico focadas em diversas disciplinas, enquanto os gestores recebem recursos de apoio para a administração escolar, incluindo cursos e ferramentas que abordam temas voltados às áreas de pedagogia, marketing, finanças e questões jurídicas. A família participa do processo de aprendizagem do aluno recebendo conteúdo específico, que contempla revistas e webconferências voltados à educação.

Sobre a Editora Positivo

Fundada há 37 anos, a Editora Positivo tem a missão de construir um mundo melhor por meio da educação. Tendo as boas práticas de ensino como seu DNA, a Editora especializou-se ao longo dos anos e tornou-se referência no segmento educacional, desenvolvendo livros didáticos, literatura infantil e juvenil, sistemas de ensino e dicionários. A Editora Positivo está presente em milhares de escolas públicas e particulares com os seus sistemas de ensino. Amplamente recomendados pela área pedagógica e reconhecidos pelos seus resultados, os sistemas foram criados de modo a atender a realidade de cada unidade escolar. Para a rede pública a editora disponibiliza o Sistema de Ensino Aprende Brasil. Já as escolas particulares contam com o Sistema Positivo de Ensino e com o Conquista. Cerca de 2 milhões de alunos utilizam os sistemas de ensino da Editora Positivo, em escolas públicas e particulares, no Brasil e no Japão.