Moageira Irati lança o conceito de resgate da produção do pão artesanal paranaense

Indústria situada em Irati (PR), em parceria com a La Panoteca Slow Bakery, de Curitiba, aposta em um novo conceito de panificação, o qual pretende encontrar o verdadeiro sabor do pão paranaense feito com matéria-prima regional

Marcelo Vosnika, Rodrigo Borges Pinto e Ivo Chaves Vaz Junior  (durante o lançamento da farinha de trigo premium “Importada de Irati – A farinha da Casa” (tipo 1 e integral) – Kraw Penas

A  Moageira Irati – indústria paranaense de originação de grãos e fabricação de farinhas – realizou, no dia 6 de junho, um bate-papo com o sócio-proprietário da Moageira e presidente da Associação Brasileira da Indústria do Trigo (Abitrigo), Marcelo Vosnika; e com os proprietários da La Panoteca Slow Bakery, Oscar Luzardo e Claudine de Sá Botelho sobre “A importância da farinha de trigo no processo de produção do pão paranaense”. Convidados e imprensa participaram do evento e degustaram pães e vinhos do Paraná..

O objetivo desse bate-papo foi apresentar e fortalecer o conceito do resgate da produção de pães feitos com insumos regionais e incentivar a produção de um pão genuinamente paranaense – sem a farinha importada, por exemplo. Na mesma ocasião, a Moageira lançou a farinha de trigo premium “Importada de Irati – A farinha da Casa” (tipo 1 e integral). “O propósito dessa linha de farinha é incentivar e resgatar as tradições de ‘fazer pão em casa’, trazidas pelos imigrantes que chegaram ao Paraná no séculos XIX e XX. Para isso, buscou-se um produto sem aditivos e o qual se pode dizer que é 100% paranaense. Inclusive, o próprio nome da farinha é uma brincadeira na qual dizemos que não se precisa de uma importada, a de Irati é suficiente”, afirma Vosnika.

“Aos poucos queremos recuperar os métodos de produção e hábitos de consumo de pão com valor cultural e incentivar a produção de um pão paranaense legítimo”, defende Oscar Luzardo, que lançou, na mesma noite, o livro “PanifestoÀ procura do pão paranaense”, obra na qual registra um manifesto a favor da retomada da produção artesanal de pães.

Degustação de pães – preparados com a farinha da Moageira Irati – especialmente  para o evento – Kraw Penas

Além do resgate cultural, o presidente do  Sindicato da Indústria de Panificação e Confeitaria do Estado do Paraná (SIPCEP) Vilson Felipe Borgmann salienta que “O conceito trazido pela Moageira Irati, juntamente com a La Panoteca Slow Bakery, com a farinha “Importada de Irati”, demonstra que podemos ter nosso próprio pão, o legítimo pão paranaense e estamos a caminho de encontrá-lo”.

Sobre a Moageira Irati

Há quase 70 anos no mercado, a Moageira Irati, localizada em Irati (PR), trabalha na originação de grãos e fabricação de farinhas, com excelência na tipificação de produtos, obedecendo as mais rígidas exigências do segmento industrial. Está na primeira linha das empresas do setor brasileiro, apostando sempre em qualidade. Para isso, realiza um trabalho de controle das farinhas produzidas à partir do controle do plantio do trigo, segregação, recepção no moinho e definição de mesclas de moagem. Para assegurar seus objetivos, a Moageira conta com um laboratório, o qual realiza análises reológicas e físico-químicas, bem como, com convênios junto à Laboratórios de análises microbiológicas e microscópicas. Possui produtos para atender ao consumidor final, empresas (farinha de trigo para panificação, preparo pronto para pães especiais e para pão francês), além de intenso relacionamento com mais de mil produtores rurais. Na última safra comercializou, aproximadamente, 120 mil toneladas de trigo em grão.

 

 

serviço:

Moageira irati

Rua da Liberdade, 207, Centro – Irati – Paraná

Telefone: 42 3421-4700

Site: http://www.moageira.com.br/

 

 

Informações para a imprensa:

Mcomm Comunicação Dirigida

Fone/Fax: (41) 3343-9800

Marcus Contin DRT/PR 3838

e-mail: marcus@mcommdigital.com.br

e-mail: conceicao@mcommdigital.com.br

Acesse: www.mcommdigital.com.br

Facebook: www.facebook.com/mcommcomunicacao

Instagram: @mcommcomunicacao

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.