A demanda para ter Wi-Fi agora é altíssima para passageiros ao escolher uma companhia aérea no Brasil

Banda larga a bordo está mudando a indústria de aviação e revolucionando as expectativas de passageiros sobre a experiência a bordo. Esta é a conclusão da terceira versão da Pesquisa de Conectividade a Bordo, publicada hoje pela Inmarsat (LSE: ISAT.L), fornecedora líder mundial de serviços globais de comunicações móveis por satélite, em associação com a companhia de pesquisa de mercado GfK.

Para uma vasta maioria dos entrevistados, os passageiros, agora, esperam ter os mesmos níveis de conectividade e acesso a serviços online que recebem no solo enquanto estão a 30 mil pés. Por esta razão, 53% de passageiros brasileiros dizem que ter Wi-Fi a bordo agora é uma necessidade em vez de um luxo. A maioria (52%) dos passageiros brasileiros que tem experimentado Wi-Fi de alta qualidade a bordo o valorizam mais do que entretenimento a bordo ao escolher uma companhia aérea.

Com companhias aéreas em todos os mercados correndo para instalar ou atualizar sua oferta de Wi-Fi, passageiros terão a opção de escolher uma companhia aérea que ofereça banda larga de alta qualidade e, em breve, virarão as costas às companhias aéreas que não oferecem este serviço. Quase a metade dos entrevistados globalmente (44%) revelou que deixariam de usar sua companhia aérea preferida durante o próximo ano caso essa não passe a oferecer conectividade que os permita navegar online sem interrupção.

A habilidade de conectar dispositivos pessoais como smartphones, laptops e tablets agora situa-se entre as três primeiras prioridades de 40% dos passageiros que tem experimentado Wi-Fi de alta qualidade quando escolhem uma companhia aérea, atrás apenas do preço da passagem (53%) e horário dos voos (44%).

Esta pesquisa reflete as respostas de 9 mil passageiros aéreos de 18 países da Europa, do Oriente Médio, da Ásia Pacífico, da América do Norte e da América Latina. Esta é a maior pesquisa mundial do seu gênero.

Raymundo Villar, Diretor Regional da América Latina na Inmarsat Aviation, comenta: “Wi-Fi de alta qualidade a bordo está mudando a maneira de pensar das pessoas ao voar e como elas passam seu tempo no ar. Seja usando o tempo online a bordo para trabalhar, se conectar com a família e amigos, fazendo compras ou assistindo entretenimento, a disponibilidade da banda larga a bordo se tornou um fator importante na escolha de uma companhia aérea.”

E complementa: “A Pesquisa Anual de Conectividade a Bordo tem se tornado um barômetro para os sentimentos dos passageiros. A pesquisa deste ano revela que 53% de passageiros brasileiros acreditam que ter Wi-Fi a bordo é uma necessidade e não mais um luxo. Isto somente vai aumentar à medida em que mais pessoas experimentem a conectividade a bordo. Está claro que a oportunidade que a conectividade proporciona para as companhias aéreas não pode ser subestimada.”

Os destaques da pesquisa do Brasil:
• Mais da metade (53%) dos passageiros brasileiros agora considera ter Wi-Fi a bordo uma necessidade e não um luxo. 52% dos passageiros que tem experimentado um bom Wi-Fi a bordo o considera mais importante do que o entretenimento a bordo ao escolher uma companhia aérea.
• Quase dois terços (62%) dos passageiros brasileiros pagariam por conectividade a bordo nos voos de curta distância. Este número sobe para 80% quando se trata de voos de longa distância (em 2016, apenas 64% dos passageiros no Brasil pagariam por conectividade a bordo nos voos de qualquer duração).
• 41% dos usuários brasileiros de conectividade a bordo que viajam com crianças têm usado mais de um dispositivo quando se conectam com o Wi-Fi a bordo.
• Mais da metade (54%) dos passageiros brasileiros concordam que o Wi-Fi a bordo tira a ansiedade de voar porque podem ficar em contato com as pessoas no solo.

A pesquisa também incluiu entrevistados do restante da América Latina. Para a região, os principais destaques são:

• Os usuários de conectividade latino-americanos consideram ter Wi-Fi a bordo o segundo critério mais importante ao selecionar uma companhia aérea, colocando-o a frente do tempo de voo e do nome da companhia aérea.
• Mais da metade (54%) dos usuários de conectividade latino-americanos, agora, considera ter Wi-Fi a bordo uma necessidade e não um luxo. A mesma porcentagem (54%) dos passageiros latino-americanos que tem experimentado um bom Wi-Fi a bordo o considera mais importante do que o entretenimento a bordo ao escolher uma companhia aérea.
• A maioria (58%) dos pais latino-americanos concordam que “o Wi-Fi a bordo seria como salva-vidas quando viajo com meus filhos”.
• Mais da metade (56%) dos usuários de conectividade latino-americanos que viajam com crianças usam mais de um dispositivo e 40% tem conectado vários dispositivos com o Wi-Fi a bordo.
• A metade (50%) dos usuários da América Latina satisfeitos com a conectividade concordam que a disponibilidade em ter Wi-Fi online melhorou significativamente seus voos de lazer. Essa porcentagem aumenta para 52% nos voos de negócios.
• A maioria (53%) dos passageiros latino-americanos que experimentaram uma conectividade de boa qualidade a bordo o recomendariam a um amigo.
• 54% dos passageiros latino-americanos concordam que “o Wi-Fi tiraria a ansiedade de voar porque poderia ficar em contato com as pessoas no solo”. A porcentagem aumenta para 57 quando os respondentes têm filhos em casa.

A Inmarsat está transformando a indústria global de aviação ao trazer conectividade completa a todas as aeronaves e percurso de voo no mundo. Ela é a primeira e única fornecedora com uma rede de satélite de última geração (da sigla em inglês HTS ─ High-Throughput Satellite) completa de nova geração que atravessa o mundo. A Inmarsat também é a única fornecedora de banda larga da aviação capaz de conectar completamente a aeronave, da cabine ao cockpit. As soluções líderes mundiais de passageiros da Inmarsat são complementadas por seus serviços de segurança de padrão industrial comprovados e serviços operacionais. Os passageiros podem navegar na Internet, transmitir vídeos, checar suas redes sociais durante os voos com uma experiência de conectividade a bordo que está no mesmo nível dos serviços de banda larga disponíveis no solo.

Metodologia: 9 mil passageiros de 18 países da Europa, do Oriente Médio, da Ásia Pacífico, da América do Norte e da América Latina foram entrevistados em fevereiro de 2017. Todos os entrevistados haviam feito um voo durante o ano passado por motivos de negócios ou lazer.

Uma cópia do relatório da Pesquisa de Passageiros Global pode ser baixada aqui.

Sobre a Inmarsat

 Inmarsat plc é provedor líder de serviços de comunicações móveis globais via satélite. Desde 1979, a Inmarsat vem fornecendo comunicações confiáveis de voz e dados de alta velocidade para governos, empresas e outras organizações, com uma gama de serviços que podem ser usados em terra, no mar ou no ar. A Inmarsat opera em todo o mundo, com presença nos principais portos e centros de comércio de todos os continentes. As ações da Inmarsat são negociadas na London Stock Exchange (ISAT.L). Para mais informações, visite www.inmarsat.com.

inmarsat@jeffreygroup.com