Startup social abre inscrições para curso “Professores do Século XXI”

No mês em que completa dois anos de atividade, a startup social A+ Educação está com inscrições abertas para o curso “Professores do Século XXI”, desenvolvido por educadores para educadores, que apresenta de forma prática e inovadora as ferramentas disponíveis para docentes, da educação infantil ao ensino superior, poderem “retomar o brilho nos olhos” e tornarem suas aulas ainda mais incríveis.

A partir do modal de ensino à distância – que permite a participação de professores de todo o país – o curso é dividido em oito módulos que abrangem desde as capacitações do professor como indivíduo (motivação, produtividade, oratória, storytelling e criatividade), até os recursos e ferramentas disponíveis para aulas cada vez mais interessantes (recursos tecnológicos, como engajar alunos em temas “chatos”, sala de aula invertida e os Sete Saberes da Educação do Futuro).

“Gravamos mais de 100 vídeos que oferecem conteúdos práticos, sem enrolação, que podem ser aplicados imediatamente em sala de aula. O curso apresenta ainda os aplicativos, sistemas, sites e metodologias que utilizamos na A+ Educação, para que o professor não perca tempo pesquisando ferramentas na internet e possa se concentrar em melhorar a sua aula”, detalha Leonardo Capel, diretor da A+ Educação.

Rede de contatos e acesso estendido

Outro diferencial do curso “Professores do Século XXI” é o acesso estendido, em que os módulos podem ser revistos livremente por 120 dias. A A+ Educação oferece ainda acesso ao seu grupo fechado de professores no Facebook, que permite a troca de conhecimento e experiências de forma constante entre participantes de todo o Brasil.

“Para facilitar o aprendizado e tirar dúvidas, a equipe da A+ Educação acompanha os professores durante todo o período de estudos via WhatsApp. A maioria dos cursos dessa categoria deixa cada participante seguir seu próprio caminho sozinho, mas nosso objetivo é diferente: as vagas são limitadas para que possamos acompanhar de perto os professores, auxiliando em tudo o que for preciso”, reforça Capel.

O investimento do curso para a 1ª Turma é de R$ 197 e pode ser parcelado em até 12 vezes no cartão. Com vagas limitadas, as matrículas estão abertas pelo site.

 

Sobre a A+ Educação

Iniciativa de empreendedorismo social criada por três jovens curitibanos em julho de 2015, a A+ Educação é uma organização social que promove crowdfunding (financiamento coletivo) para viabilizar projetos educacionais desenvolvidos por professores da rede pública em todo o Brasil, melhorando as práticas pedagógicas em diferentes áreas do saber. Em dois anos de atividade, 560 doadores já beneficiaram mais de 10,7 mil alunos. No site www.amaiseducacao.org, qualquer professor da rede pública pode inscrever seus projetos gratuitamente e qualquer pessoa pode doar a partir de dez reais.