8 cuidados para quem quer adotar um gato

Para quem quer adotar um gato, é importante conhecer um pouco mais sobre suas  manias e necessidades únicas. Entender seus hábitos contribui para a saúde e o bem-estar do bichano.

Os gatos são conhecidos por estarem entre os animais mais limpos do mundo e por sua independência. Também são carinhosos e brincalhões.

Confira as dicas do médico veterinário e Gerente Técnico de Animais de Companhia da Zoetis, Alexandre Merlo, para cuidar bem do seu:

 

  1. Gatos dormem muito:“Não estranhe se seu gato dormir por longos períodos. Esse é um hábito normal para os felinos e, apesar de eles fazerem isso em qualquer lugar da casa, é melhor providenciar um cantinho próprio onde se sintam seguros para os momentos de sono”.

 

  1. Gatos gostam de brincar:“Mesmo dormindo muito, os gatos também adoram passar o tempo e gastar energia brincando. Os brinquedos preferidos são aqueles que possuem penas, sininhos, cordas coloridas soltas  – o importante é que sejam chamativos para eles. Às vezes, o objeto mais simples e menos esperado será aquele do qual o gato irá gostar mais”.

 

  1. Gatos não gostam de comer e beber água perto da caixa de areia:“Os felinos vão se sentir incomodados se tiverem que comer ou beber próximo à caixa de areia. Explico: logo que os gatos fazem suas necessidades na areia, eles as enterram, se protegendo ao evitar que um possível predador sinta o seu cheiro. Sendo assim, ele não se sentirá seguro em se alimentar próximo ao local que pode ser descoberto por outros animais”.

 

  1. Gatos gostam de água fresca e em movimento: “Por isso, sempre troque a água das vasilhas de seu gato, se possível mais de uma vez ao dia. Fontes com água vertendo também são um sucesso. Procure colocar muitas vasilhas de água pela casa, uma vez que eles são preguiçosos para beber. E atenção: quanto mais amplas as vasilhas, melhor – eles não gostam de mergulhar os bigodes na água.”

 

  1. Gatos não precisam de banhos regulares:“A menos que o médico veterinário prescreva banhos por algum fator específico, os gatos não necessitam deste tipo de limpeza com frequência. Pode ser um mero capricho do tutor. O que é importante fazer todos os dias, até nos animais de pelagem curta, é a escovação dos pelos, pois isso evita que pelos soltos sejam engolidos por eles quando se lambem”.

 

  1. Gatos não podem comer certos alimentos humanos:“Evite dar ração de outros animais para o seu gato, bem como alimentos para humanos como, por exemplo, cebola, alho, uvas passas, cafeína, chocolate, ovos, leite e carnes cruas. O ideal é conversar com seu médico veterinário para conhecer mais sobre a alimentação dos gatinhos e conhecer  a ração mais indicada para eles”.

 

  1. Gatos vivem muito bem solitariamente: “Ao contrário do que se pensa, gatos costumam ser felizes vivendo sozinhos. Eles não têm a mesma necessidade dos cães, e, às vezes, a chegada de um companheiro pode ser um transtorno.”

 

  1. Gatos precisam de vacinas que vão além daantirrábica:“A vacina contra a raiva já é bem conhecida entre os donos de gatos, mas não é a única que deve estar presente no calendário de vacinação. Os gatos podem ser infectados com a Leucemia felina, que é uma doença infecciosa que enfraquece o sistema imunológico e não tem cura. Além disso, eles também podem adquirir doenças respiratórias e gastrointestinais. Para evitar a leucemia, os bichanos podem ser imunizados com a vacina Fel-O-Vax LV-k IV + Calicivax (quíntupla felina) da Zoetis, indicada apenas para animais que não apresentam a doença. Já para protegê-los das demais doenças, a Zoetis dispõe da Felocell CRV e da Felocell CRV-C, que protegem contra Panleucopenia, Rinotraqueíte e Calicivirose. A Felocell CVR-C também protege contra a Clamidiose”.

A recomendação final do Gerente Técnico de Animais de Companhia da Zoetis é que o tutor faça o acompanhamento periódico do seu animal de estimação no médico veterinário, para que ele possa ajudá-lo com as vacinas, alimentação e demais necessidades.


Sobre a Zoetis

Zoetis é uma companhia global líder em saúde animal, dedicada aos clientes e seus respectivos negócios. Com um legado de mais de 60 anos de história, a Zoetis descobre, desenvolve, fabrica e comercializa vacinas e medicamentos veterinários, complementados por linhas de produtos para diagnósticos, testes genéticos e diversos serviços. A Zoetis trabalha continuamente com veterinários, produtores e pessoas que criam e cuidam de animais de produção e de companhia em mais de 100 países, com cerca de 9 mil funcionários. Em 2016, obteve faturamento de 4,9 bilhões de dólares. Para mais informações, acesse www.zoetis.com.br.

evelyn.gatz@hdpr.com.br

1 Trackback / Pingback

  1. 8 cuidados para quem quer adotar um gato – Portal R2S

Comentários não permitidos.