Bodebrown patrocina equipe de kart

Cerveja e esportes, ainda que pareça uma combinação pouco usual, pode gerar grandes frutos. É nisto que aposta a cervejaria curitibana Bodebrown, que é patrocinadora oficial de uma equipe de kart, a Alligator’s Arm Karting – Bodebrown. Fundada em 2014, a equipe recebe o apoio da fábrica de cervejas artesanais desde 2016 para suas competições. De quebra, aproveitam as provas para divulgar ações de conscientização sobre a importância de não misturar direção e álcool.

São 13 pilotos do Paraná e Santa Catarina dedicados às corridas de longa duração – eventos que variam entre seis, 12 e até 24 horas. “Há toda uma estratégia no planejamento destas competições, baseada nos patrocinadores e na disposição dos pilotos”, explica Carlos Andrey, fundador da Alligator’s Arm.

E 2017 vem sendo um ano movimentado para a equipe. Em corridas deste ano, alcançaram o terceiro lugar entre 36 competidores em Paulínia (SP) no Torneio de Verão AMIKA, no Kartódromo San Marino, e o segundo e o quarto lugares, com duas equipes, no Kartódromo Internacional do Beto Carrero na Penha (SC).

Vão acontecer ainda mais competições no Beto Carrero ao longo do ano, entre outras. Em agosto, marcam presença em Betim (MG) e, em outubro, no Kartódromo Internacional Granja Viana (SP).

Ações Sociais

Além das corridas, o Alligator’s Arm realiza também ações sociais, utilizando o esporte como um meio de conscientização para outros assuntos importantes. No ano passado, organizaram uma venda de chaveiros, que foi revertida em alimentos e fraldas para um abrigo no Xaxim. Neste ano, planejam duas ações como esta.

A equipe também é categórica quanto a relação do kart com as bebidas alcoólicas, dando o exemplo em suas ações. “Levamos com muita seriedade a questão da bebida, falamos sempre desta conscientização sobre beber responsavelmente”, explica Carlos Andrey. Com a Bodebrown patrocinando o time, a cerveja é elemento presente entre o grupo, mas sempre após as competições. “Deixamos a cerveja para a comemoração e celebração no fim dos eventos”, conclui o piloto.