Fome oculta: os riscos da carência de vitaminas e minerais em crianças

Quem tem filhos pequenos sabe que a hora de comer pode ser difícil: tô sem fome, mãe, não aguento mais, dessa comida eu não gosto, são alguns dos motivos citados para não se alimentar. Isso sem falar nas negociações clássicas para comer só mais três garfadas ou apenas a metade do que está no prato. Porém, a não regularidade de uma alimentação balanceada pode culminar em uma deficiência crônica de micronutrientes (vitaminas ou minerais). Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a deficiência, ou como é popularmente conhecida, Fome Oculta, é definida como a necessidade não explícita de um ou mais dos 26 micronutrientes essenciais para o bom funcionamento do organismo.

A principal causa é uma alimentação deficiente, sem todos os nutrientes essenciais para o bom funcionamento do organismo – o que não quer dizer, necessariamente, que essa pessoa come pouco, mas sim que ela não come com qualidade. A OMS afirma que cerca de dois bilhões de pessoas no mundo apresentam fome oculta, ou seja, o corpo sente a necessidade de um ou mais nutrientes1.

A fome oculta é uma condição que atinge mais crianças, por causa de hábitos alimentares pouco variados, com seletividade alimentar e neofobia (recusa a experimentar novos alimentos). Além disso, as crianças têm necessidades maiores de micronutrientes, devido ao rápido crescimento e à formação de órgãos vitais.

O mal se instala de forma silenciosa, comprometendo o sistema imunológico e deixando o organismo fraco. Os principais sintomas são: dificuldade de concentração, falta de energia, sonolência, queda de produtividade, irritabilidade, cansaço, fraqueza e dores musculares².

 

Como posso saber se meu filho tem falta de vitaminas e minerais?

Caso a criança não tenha uma dieta rica e balanceada e com regularidade, o ideal é levá-la ao pediatra de confiança. No exame físico, é possível notar alterações no cabelo, na língua, na pele, nas unhas, no tecido subcutâneo, marcas corporais, palidez e outros sinais. Em alguns casos, somente exames que não são de rotina ou de prática comum podem determinar a carência da vitamina ou do mineral.

 

Mas como alcançar níveis adequados de vitaminas e minerais?

O melhor remédio ainda é a prevenção. Seguindo orientações gerais de consumo saudável de alimentos variados, é possível evitar não somente a fome oculta, mas outras doenças de cunho alimentar como diabetes e obesidade. Além disso, a recuperação da deficiência de nutrientes pode ser feita por meio do consumo de suplementos multivitamínicos indicados pelo médico de confiança.

Os multivitamínicos são suplementos recomendados para prevenir e em casos de necessidades nutricionais específicas. A combinação de vitaminas e minerais essenciais contidos nos suplementos busca se aproximar de padrões alimentares saudáveis.

Para auxiliar na complementação infantil, os pais e mães podem contar com Vitawin Kids, suplemento de vitaminas C+D e minerais Ferro e Cálcio, desenvolvido para atender as necessidades nutricionais de crianças entre quatro e dez anos. O produto está de acordo com a Ingestão Diária Recomendada (IDR) e doses maiores que as indicadas podem ser tomadas somente sob orientação do médico ou nutricionista. Sua fórmula é composta por:

Vitaminas

C

– Participa no sistema de defesa do organismo.

– Auxilia o processo de cicatrização dos tecidos (feridas e escoriações).

D

– É importante para o crescimento e a formação normal de ossos e dentes.

– É necessária para a mineralização dos dentes.

 

Minerais

Ca

– Importante nos períodos de rápido crescimento (no final da infância e na adolescência) onde a necessidade de cálcio é maior.

– Necessário para a manutenção de ossos e dentes.

– Contribui para a coagulação do sangue.

 Fe

– Contribui na formação de células vermelhas e hemoglobina.

– Contribui para o transporte de oxigênio pelo corpo.

– Auxilia na produção de energia.

Sobre Vitawin

 

Vitawin é um suplemento vitamínico e mineral em três diferentes apresentações que contém as vitaminas e os minerais adequados para cada fase da vida. Vitais para a saúde, as vitaminas e os minerais servem de base para funções cerebrais, contração muscular, produção de energia e como muitas delas não são produzidas pelo organismo, precisam ser ingeridas diariamente através da alimentação.

É aí que entra a importância de um suplemento vitamínico. Ele pode preencher eventuais lacunas na alimentação da criança, principalmente nas fases em que o organismo precisa de mais vitaminas que o habitual, como na fase de crescimento.

Vitawin está de acordo com a Ingestão Diária Recomendada (IDR) e doses maiores que as indicadas podem ser tomadas somente sob orientação do médico ou nutricionista.

NÃO CONTÉM GLÚTEN. Registro no Ministério da Saúde: Dispensado de obrigatoriedade do registro conforme resolução RDC nº 27/10.

SAC: 0800-703 0014 (de 2ª a 6ª feira das 9h às 17h).

 

Referência bibliográfica

1 –  WHO (2003) The World health report 2003. Shaping the future.http://www.who.int/whr/2003/en/whr03_en.pdf.

2 – Nelson – Tratado de Pediatria – 2 Vols. – 19ª Ed. 2013 – Robert Kliegman, Hal B. Jenson, Richard E. Behrma.

 

Sobre a Sanofi

A organização está presente no Brasil desde 1919, a partir de diversas aquisições ao longo dos anos. Com 4,7 mil colaboradores, a Sanofi é a maior indústria do mercado farmacêutico brasileiro, considerando o faturamento líquido no varejo, setor público, hospitais e clínicas. Tem sólida plataforma industrial no Brasil, responsável pela produção de 90% das unidades de medicamentos que a companhia comercializa no País. Possui um portfólio diversificado que abrange medicamentos isentos de prescrição e produtos de consumo, com a unidade de negócios Sanofi Consumer Healthcare; tratamentos para inflamação, alergias, diabetes, doenças cardiovasculares, doenças metabólicas e necessidades pediátricas, com a Sanofi Farma; vacinas, com a atuação da Sanofi Pasteur; genéricos e similares, com a Medley; e doenças raras, esclerose múltipla e oncologia, com a Sanofi Genzyme. Entre as marcas da Sanofi estão: Dorflex, Dorflex IcyHot, Novalgina, Cewin, Vitawin, Depura, Targifor, Os-Cal e Os-Cal Kids, Enterogermina, Naturetti, Dermacyd, Allegra, Profenid, Puran, Clexane, Jevtana, Taxotere, Lemtrada, Aubagio, Lantus, Toujeo, Praluent, FluQuadri e Dengvaxia. vitoria.rocha@imagemcorporativa.com.br