Mais de 30% dos vestibulandos ainda não escolheram a profissão

Dos que escolheram, 20% indicam a primeira e a segunda opções em áreas muito diferentes

 

Arquitetura ou Ciências Biológicas; Enfermagem ou Gastronomia; Análise e Desenvolvimento de Sistemas ou Fotografia; Mecatrônica Industrial ou Direito; Fisioterapia ou Gestão de Recursos Humanos. Essa é a lista de primeira e segunda opções de cursos superiores de alguns dos vestibulandos que vão concorrer a uma vaga no Ensino Superior em 2018. Em um estudo realizado pela Universidade Positivo (UP), com 6.983 candidatos, mais de 30% deles responderam que ainda não escolheram a profissão que querem seguir. Entre os que já escolheram, a indecisão pode ser percebida na disparidade entre a primeira e a segunda opção, de áreas muito diferentes.

O estudo foi realizado com 6.983 vestibulandos, por meio de questionário na ficha de inscrição para a Mostra de Profissões da UP, que aconteceu no início de agosto, no câmpus Ecoville da Universidade, em Curitiba (PR). Entre todos os entrevistados, apenas 12,4% já concluíram o Ensino Médio e 77% terminam no final do ano. Muito mais independentes, 37% dos estudantes são de fora de Curitiba. Apenas 32% vão prestar um único vestibular – a maioria (63%) planeja se inscrever em 2 a 5 concursos. Os candidatos mais velhos – acima de 30 anos – são os mais decididos: 63,79% deles pretendem prestar um único concurso vestibular e estão bem certos em relação área e curso escolhido.

 

Sobre a Universidade Positivo

A Universidade Positivo (UP) concentra, na Educação Superior, a experiência educacional de mais de quatro décadas do Grupo Positivo. A instituição teve origem em 1988 com as Faculdades Positivo, que, dez anos depois, foram transformadas no Centro Universitário Positivo (UnicenP). Em 2008, foi autorizada pelo Ministério da Educação a ser transformada em Universidade. Atualmente, oferece 58 cursos de Graduação presenciais (31 cursos de Bacharelado e Licenciatura e 27 Cursos Superiores de Tecnologia), três programas de Doutorado, quatro programas de Mestrado, centenas de programas de Especialização e MBA e dezenas de programas de Extensão. A UP conta com sete unidades em Curitiba, além de polos de Educação à Distância (EAD) em 22 cidades espalhadas pelo Brasil. É considerada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) a melhor universidade privada do Paraná, pelo quinto ano consecutivo.